Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT


RoboType

Pois bem, como neste fim de noite estamos encaminhados para o Type, cá vai mais uma boa ferramenta para desenhar com letras, em EVT.

RoboType

O RoboType, à semelhança do TypeDrawing, permite aos utilizadores criarem os seus desenhos com letras. No entanto, a grande diferença reside no facto de, enquanto que no TypeDrawing desenhamos com o rato, percorrendo a área útil do ecrã, no RoboType vamos seleccionar um tipo de letra das que estão disponíveis e, depois, vamos seleccionámos as letras para ir compondo o desenho. Ao arrastar cada letra para o “palco”, podemos rodá-la e redimensioná-la.

Os resultados são fantásticos. Para isso, basta uma pequena “vista de olhos” pela GALERIA do RoboType.

Tal como no TypeDrawing, em EVT, podemos explorar os conteúdos: Comunicação, Espaço e Forma e a área de exploração de Desenho.

Experimentar será fascinante! Aceitam o repto?


TYPEDRAWiNG

Desenhar com letras! É esse o lema.

typedrawing

O TypeDrawing é uma ferramenta muito simples, intuitiva e directa que permite ao utilizador criar desenhos utilizando letras. Maiúsculas, minúsculas, simbolos, palavras, frases… O tipo de linha, feito automaticamente com as letras é controlado com a velocidade do rato. Os resultados podem ser fabulosos.

typedrawing

Resta dizer que a aplicação é a versão 1.0 Beta, corre em Flash directamente na Web. Tem uma comunidade onde podemos ver as criações de outros utilizadores (e nossas).

Duas notas: quanto mais rápido for o movimento do rato, maiores as letras e,… para os utilizadores do iPhone, a versão para este telemóvel já é a 1.3.

Em EVT, para além de ser didáctico (às vezes também lúdico – até demais), pode ser usado para explorar os conteúdos: Comunicação, Espaço e Forma e a área de exploração de Desenho.

Em apenas uns minutos, de certeza que vão ficar fãs. É que até para escrever mensagens de Ano Novo é excelente (e ainda vão a tempo)!…


Textorizer

O Textorizer é uma ferramenta que permite aos utilizadores, a partir de uma imagem existente na Web ou no seu computador, converter essa imagem numa textura utilizando letras, palavras ou frases que quisermos.

Existe uma versão de instalação (aliás, nem sequer necessita instalação, correndo directamente de um ficheiro executável) e esta versão do textorizer está disponível para Windows, Linux e Mac, sendo gratuita. Para aceder à página do textorizer (versão para download) carregue AQUI ou na imagem abaixo.

textorizer

No entanto, existe uma versão online do textorizer, muito mais simplificada e com menos recursos. Neste caso, não é possível fazer upload de imagens, apenas indicar um link da internet onde elas estão publicadas. As ferramentas de edição e variáveis da imagens também são muito mais simples mas, por outro lado, limitadas. Para aceder à versão online do textorizer, carreguem AQUI.

Alguns exemplos de trabalhos realizados com esta ferramenta poder ser vistos AQUI.

Em contexto de EVT, esta ferramenta pode servir para, de forma diferente do que é normal, identificar a capa/portfólio dos alunos, para trabalhos de expressão gráfica digital, entre outros. Podem-se explorar, num nível inicial, o conteúdo Comunicação e a área de exploração Fotografia. No entanto, posteriormente, e dependendo das abordagens e contextos que se proporcionem, conteúdos como Forma também podem ser explorados.

Peço desculpa mas, o único vídeo tutorial que consegui arranjar está em Alemão. De qualquer forma, mesmo não percebendo nada de Alemão (pelo menos eu), acompanhando a explicação vídeo conseguimos compreender como é que a ferramenta (no caso, software) funciona.

Vídeo Tutorial


LetterPop

Brochuras? Newsletters? Cartazes?…

Pois bem, o LetterPop é uma poderosa ferramenta Web 2.0 para criarmos, em EVT, este tipo de publicações. O conceito é simples: cria-se uma conta (plano individual – que é gratuito) e é só começar.

LetterPop

Esta ferramenta tem padronizados vários layouts, organizados por categorias, para facilitar a edição das nossas publicações. Sejam com apenas uma página, por exemplo para um cartaz ou um flyer, ou então newsletters, brochuras e pequenos guias ou livros com mais páginas. A cada página que se adiciona, pode-se escolher um modelo. Também interessante é a possibilidade de termos várias hipóteses de organização gráfica dos elementos nas páginas e, acima de tudo, permitir que possamos fazer o upload das nossas imagens para integrar nas publicações.

A única coisa que devemos ter atenção é que os nossos alunos não se tentem em criar publicações estereotipadas que sejam o vulgar e que apenas nos dá o layout/template sem fazer as modificações e criações adaptadas a cada contexto.

Excelente para abordar os conteúdos Comunicação, Espaço, Estrutura e Forma.

Deixo-vos aqui um vídeo tutorial para verem e se entusiasmarem. Depois, é só criar a conta e experimentar… Já agora, explorar em EVT com os alunos.


Vídeo Tutorial


flashface

O Ultimate Flash Face v.0.42beta é uma ferramenta construída em Flash muito interessante. Posso mesmo dizer que os nossos alunos, na disciplina de EVT, se vão (quase) sentir como detectives. E porquê?

Ultimate Flash Face

Porque esta ferramenta é também conhecida por ser quase uma aplicação para fazer retratos robot. A partir de uma base de dados de tipos de olhos, sobrancelhas, orelhas e demais constituintes do rosto, os utilizadores podem construir um retrato. Podem também carregar um retrato guardado previamente, imprimi-lo e enviá-lo por mail.

E, em EVT, quantos de nós já fizémos com os alunos desenho de figura humana e, especificamente, o retrato? Quase todos, naturalmente, e especialmente integrado até nas actividades de Carnaval quando eles realizam máscaras. Esta é uma boa opção para utilizarem também os recursos TIC para além dos tradicionais (lápis e papel). Desenhar um auto-retrato, o colega que está à nossa frente, entre outros que a imaginação possa querer.

Em EVT, é de especial importância, numa primeira análise, para a abordagem dos conteúdos: Estrutura, Forma – e a área de exploração: Desenho.

Agora, resta-nos aqui deixar um pequeno vídeo de exemplo desta ferramenta (apesar da facilidade de utilização da mesma).

Vídeo Demonstrativo


educacionplastica.net

O educacionplastica.net é uma site (ferramenta Web) com um bom conjunto de recursos educativos multimédia para a disciplina de EVT.

educacionplastica.net

Este site é foi criado e é mantido por Fernando Ortiz de Lejarazu e constitui uma boa referência tanto para alunos como professores de EVT. Site bem organizado, apesar de apresentar muitas dificiências a nível visual, com uma interface e layout pouco apelativos, vale pelos conteúdos e, sobretudo, pela sua abrangência.

Com algumas aplicações em flash e de outro tipo, a informação é bem organizada e correcta cientificamente. O site apresenta as seguintes secções: Visão e Percepção, Estruturas Modulares Bidimensionais, A Cor, Volumes, Perspectivas, Traçados Geométricos, Estruturas Modulares Tridimensionais, A Composição, Sistema Diédrico, Normalização. Apresenta ainda uma secção de links (com algumas ligações interessantes, principalmente para Museus) e para uma Galeria.

Pela sua abrangência temática, na disciplina de EVT pode ser um bom recurso para abordar os seguintes conteúdos: Energia, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor – e as áreas de exploração: Construções e Desenho.

Para a disciplina de EVT, por ser de todo o interesse, vale a pena analisar.


Photosynth

Por estranho que possa parecer, aqui está uma ferramenta extraordinária da Microsoft que é GRATUITA.

O Microsoft Photosynth. Mas, para que serve esta ferramenta?

Microsoft Photosynth

Este Photosynth é uma aplicação que funciona da seguinte maneira: entrando no site oficial, temos duas hipóteses:

1. Como utilizadores, podemos seleccionar ou navegar (por pesquisa de termos) por diferentes espaços. O que é mais comum aparecer nas pesquisas são regiões e/ou monumentos;

2. Ser utilizadores activos, indo ao separador CREATE e descarregar a aplicação para instalarmos no nosso computador.

Mas, vamos ao que interessa. Para que serve?

Serve para, a partir de um pacote de fotografias  montarmos uma imagem/cenário praticamente em 3D – com visão panorâmica e ampliada. Para tal, quantas mais fotografias tirarmos de um espaço/local, com vários ângulos, perspectivas e aproximações, melhor é o ratio do SYNTHY (que aparece em cada criação e que qualifica a capacidade de definição de cada montagem).

A aplicação é muito simples de usar: basta termos as fotografias no nosso computador, câmara ou pen (sejam 10, 100, 200, 300 ou muitas mais) e fazer o upload das mesmas para o serviço online. A partir daqui, é a Web 2.0 que faz tudo. O resultado final será depois apresentado na nossa conta.

Ah, pois é, faltou dizer isto: para utilizarmos e descarregarmos o software é necessário ter uma conta da Microsoft. Basta uma conta do Hotmail, do MSN ou outro serviço Microsoft.

Um dos muitos (e) fantásticos exemplos que pode ser visto é o da Praça de São Marcos em Veneza. Mas muitos outros poderão ser pesquisados e encontrados. E lembrem-se da qualidade das fotografias, da quantidade, do pormenor. Tudo é importante e conta para a melhor qualidade final da montagem.

E em EVT, para que serve?

Muito bem. Serve para uma visita guiada à Escola, a uma exposição dos alunos para que os pais possam ver se estiverem a trabalhar e não possam ir à Escola no período em que ela está aberta. Pode também servir para criação de visitas virtuais, etc, etc, etc… Basta colocarmos a imaginação a funcionar.

Muito particularmente, em EVT, com esta ferramenta podemos abordar o conteúdo Espaço e a Área de Exploração da Fotografia. No entanto, dependendo dos contextos, outras abordagens serão naturalmente possíveis e bem-vindas.

Testem e surpreendam-se.

Já agora, aqui vos deixo um vídeo de apresentação, de uma versão mais antiga pois a interface já foi actualizada a nível gráfico.

Vídeo de Apresentação


Sumo Paint

O Sumo Paint é uma excelente ferramenta baseada no conceito Web 2.0 (também uma excelente opção no género). Esta aplicação de edição e tratamento de imagem mas que também serve para desenho digital e ilustração tem um vasto leque de ferramentas que, em contexto de EVT, é mais do que suficiente para os alunos poderem explorar na disciplina.

Sumo Paint

Depois de acedermos ao site do Sumo Paint, temos que criar uma conta de utilizador. Um processo simples e pouco demorado. De qualquer forma, para se utilizar a aplicação nem sequer é necessário registo. No entanto, com registo efectuado, podemos guardar e partilhar os nossos trabalhos. Com ferramentas para diversas funções, ajustamentos de imagem e filtros, pode ser uma boa opção para que os alunos comecem a trabalhar. O possível entrave é só mesmo alguma dificuldade inicial da plataforma ser em Inglês (também com outras línguas disponíveis). O software é Finlandês.

Em EVT, as principais Áreas de Exploração e Conteúdos a poderem ser abordados são: Forma, Luz/Cor, Desenho e Pintura.

Boas pinceladas para todos!

Vídeo Tutorial


Animata

O Animata – Real-Time Animation Editor é uma verdadeira pérola! Ainda para mais porque é um software de animação open-source, concebido para criar animações interativas, projeções de fundo para concertos, teatro e dança ou outros.

Animata

Quantos de nós, em EVT, já não fizemos com os nossos alunos figuras para Teatros de Sombras ou Marionetas inspiradas nas Marionetas de Java ou Turcas? Muito bem, este software serve perfeitamente para isso… e muito mais!

O Animata tem actualmente disponível, a partir do seu site, o download da versão Animata 004, funcionando em ambiente Windows w Mac OSX PPC ou INTEL (ver secção Downloads, do site). A secção Tutorials, do site, apresenta, também, alguns vídeos interessantes e muito úteis para se começar a trabalhar. Por exemplo, este, que ajuda a compreender como se pode movimentar, tal como uma marioneta, um braço.

[ créditos do vídeo para – Kitchen Budapest ]

E tal como é anunciado na página de entrada do Animata, “The peculiarity of the software is that the animation – the movement of the puppets, the changes of the background – is generated in real-time, making continuous interaction possible. This ability also permits that physical sensors, cameras or other environmental variables can be attached to the animation of characters, creating a cartoon reacting to its environment. For example, it is quite simple to create a virtual puppet band reacting to live audio input, or set up a scene of drawn characters controlled by the movement of dancers.

In contrast with the traditional 3D animation programs, creating characters in Animata is quite simple and takes only a few minutes. On the basis of the still images, which serve as the skeleton of the puppets, we produce a network of triangles, some parts of which we link with the bone structure. The movement of the bones is based on a physical model, which allows the characters to be easily moved.”

E melhor do que as palavras, vejam este vídeo da equipa do Kitchen Budapest:

[ créditos deste vídeo para: Bence Samu – animation, video documentation, programming; Peter Nemeth, Gabor Papp – programming; Agoston Nagy – sounds ]

E como se pode perceber, excelente para uma abordagem verdadeiramente ampla e abrangente em EVT. Bem, em EVT em particular mas no geral em toda a Escola. Esta ferramenta permite espectáculos verdadeiramente interactivos e de verdadeiro cariz e rigor inovador.

Especificamente em EVT, não obstante outras abordagens e contextualizações, com este software podemos trabalhar os seguintes Conteúdos e Áreas de Exploração: Animação, Comunicação, Construções, Espaço, Estrutura, Forma, Mecanismos, Movimento.

Basta instalarem e começarem a testar, usar e aprimorar. Depois, porque não trabalharmos com os nossos alunos uma apresentação verdadeiramente diferente para uma festa de final de ano?

Fica o repto.

Já agora, este software é desenvolvido pela Kitchen Budapest e foi criado por:

  • Peter Nemeth,
  • Gabor Papp,
  • Bence Samu


Block Posters

O serviço da Web 2.0 chamado Block Posters é em tudo semelhante ao que divulguei anteriormente, chamado The Rasterbator.

Block Posters

A grande (e maior diferença) entre estas duas ferramentas é o facto da anterior, o Rastorbator, ter uma aplicação que pode ser descarregada e trabalhar-se offline, com mais possibilidades e ferramentas. Esta, tendo a mesma função, é boa para uma utilização básica, sem grandes necessidades de aprimoramento técnico.

A minha escolha recai, sem dúvida, para o Rstorbator mas, esta é uma outra opção válida.

Para EVT, seguimos os mesmos princípios para os conteúdos e áreas de exploração a trabalhar: Luz/Cor e Comunicação – Fotografia e Impressão.

Vídeo Tutorial



Rasterbator, The

O Rasterbator é uma ferramenta extremamente útil para a disciplina de EVT e até para as Escolas, em geral.

Quando nos debatemos com a precaridade de recursos nas Escolas do Ensino Básico e Secundário e com a falta de dinheiro para se fazerem determinado tipo de trabalhos, este software/aplicação pode resolver alguns problemas.

Rasterbator

Mas afinal o que é o The Rasterbator?

Muito simples: é uma ferramenta que trabalha segundo o conceito Web 2.0 mas que também tem uma versão gratutita de software para instalação e trabalho offline. Melhor, nem sequer é preciso instalar este software: cria-se uma pasta e basta abrir o ficheiro executável.

Esta aplicação/software permite que façamos o upload ou carregamento de uma imagem do nosso computador e, depois, escolher as dimensões que queremos para impressão dessa imagem. Já imaginaram que, a partir de uma pequena imagem ou fotografia podemos fazer uma ampliação, sem perda de qualidade, até aos 20 metros? Pois é, quase um outdoor!

O que esta aplicação faz é dividir a imagem original e imprimir uma série de imagens no formato A4 que depois podem ser montadas, tal e qual como se faz nos outdoors. A diferença é que estas montagens são para ser vistas a determinadas distâncias. Tal e qual como nos outdoors ou muppies das grandes cidades, se nos aproximarmos muito, vemos que a imagem é constituída por pequenos pontos (círculos) com as cores primárias compostas. O princípio é exactamente este…

Em EVT e nas nossas escolas, para que será útil esta ferramenta?

Por exemplo, para se trabalharem os conceitos inerentes ao conteúdo Luz/Cor, Comunicação e às Áreas de Exploração de Fotografia e Impressão. Quando temos que fazer uma instalação, um outdoor, um cartaz ou outro recurso em grandes dimensões, esta é a solução gastando-se pouco dinheiro, podendo ser feita na impressora da Escola sem termos que nos socorrer de gráficas e gastar, aí, muito dinheiro (que na maioria dos casos nem existe).

A explorar… Até para utilizar naquela parede de nossa casa.

Quanto ao site, podemos descarregar o software ou trabalhar online.É de fácil utilização e inclusivamente podemos partilhar o resultado final do nosso trabalho e ver outros na galeria criada para o efeito.

Vale mesmo a pena espreitar…

Vídeo Tutorial



Lego Digital Designer

Um verdadeiro encanto!…

Quantos de vós ainda se recordam? E quantos ainda o fazem?

LEGO Digital Designer

Pois é, a LEGO disponibiliza gratuitamente uma ferramenta – software, intitulada LEGO Digital Designer (versão 3.0). Disponível para os sistemas operativos Windows e Mac OSX.

LEGO Digital Designer

Um software gratuito que nos permite, num suporte digital, criarmos as nossas construções. Desde as construções mais simples às mais complexas (incluindo mecanismos), é um mundo maravilhoso que renasce, agora no suporte digital. A partir do site da LEGO Digital Designer, temos acesso à Homepage e às páginas de Download, Suporte Técnico (que inclui FAQ’s e um Manual muito completo) e especialmente a secção Get Started que aconselho vivamente pois contém muitos vídeos tutoriais para quem quiser começar a explorar esta ferramenta.

Porque sabemos que o LEGO sempre foi considerado uma brinquedo lúdico mas, especialmente Didáctico, aqui está outra forma de o apresentar. Um excelente meio e ferramenta para desenvolver as capacidades cognitivas (e não só) das crianças (adultos, também).

Para EVT, as possibilidades de exploração são imensas. Começando pelos conteúdos: Espaço, Estrutura, Forma, Material, Trabalho e pelas áreas de exploração de: Construções, as formas e estratégias de exploração desta ferramenta em EVT são quase infindáveis.

E porque não, até se criar um concurso em EVT, na Escola? Interessante não? Um prémio para a melhor construção. Ou construções, e aí já criariamos até categoriais….

Divirtam-se e aprendam. E já agora, proporcionem isso também aos vossos alunos!

Por favor, instalem e NÃO PERCAM nem deixem de VER os vídeos tutoriais AQUI


Golems

O Golems – Universal Constructor é um Software gratuito, muito interessante e praticamente único no mecado. Para além de gratuito, permite uma abordagem multi e transdisciplinar (e interdisciplinar, também).

Golems

A versão mais actual é a que foi lançada em 19 de Novembro de 2009 – versão 0.55.7 e corre nos sistemas operativos Windows, Mac e Linux. A partir da pagina oficial, temos acesso ao download da ferramenta bem como aos fóruns, tutoriais, Wiki e Manual. Existe ainda uma secção destinada ao Challenge.

Mas, o que se faz (ou o que se pode fazer) com este software?

Basicamente, este é um software para criação de qualquer tipo de Máquina, em 3D, conjugando os princípios da Física e da Inteligência Artificial. E, melhor que tudo, podemos ver essas máquinas em funcionamento. A preciosa vantagem deste software é a sua facilidade de utilização, de níveis mais simples e básicos aos mais complexos, uma interface simples e intuitiva e a capacidade de se irem vendo os resultados passo a passo.

Como já devem ter notado e percebido, em EVT será uma ferramenta fantástica para a abordagem do conteúdo Movimento e das áreas de exploração Construções e Mecanismos. No entanto, dependendo das abordagens que forem realizadas na disciplina de EVT e as temáticas e Unidade de Trabalho em determinados contextos, conteúdos como Espaço, Forma e Estrutura podem também ser abordados.

Vale a pena descarregar este software e instalar. Para além das suas potencialidades, é gratuito, serve para os 3 principais sistemas operativos e não é nada “pesado” não sobrecarregando o sistema.

Experimentem e depois comentem aqui. Vão gostar.

Entretanto, vejam aqui este vídeo das Máquinas criadas por Rube Goldberg para o Challenge onde se apresenta a vencedora.

Vídeo Exemplificativo


The PocketMod

Uma visita de estudo? Um guia para uma exposição? Uma memória descritiva?

Pois é, algumas das situações em que nos deparamos na disciplina de EVT. O The PocketMod é uma ferramenta muito interessante e extremamente útil.

The PocketMod

Mas, o que é que esta ferramenta faz? Melhor,o que se pode fazer?

Muito simples: a partir de uma matriz que depois funcionará a partir de dobragens e vincagens, podemos criar uma pequeno guia de bolso, ideal para… Bem, para quase todas as situações!

As páginas a criar podem seguir um determinado modelo específico (pré-definido nas opções) ou à nossa escolha. E a novidade é que, enquanto para já é apenas uma ferramenta Web 2.0, deverá estar para breve o lançamento da versão offline que nos permite construir o nosso “PocketMod” sem recurso à Web.

Excelente em EVT para a abordagem, principalmente, do conteúdo Comunicação e da Área de Exploração Construções. A partir daqui, mais propostas poderão surgir.

Explorem! Vale a pena.

Vídeo Tutorial



Make a Mosaic

A ferramenta Make a Mosaic é um serviço da Web 2.0 que permite aos utilizadores criarem mosaicos.

Make a Mosaic

De uma forma extremamente simples, podemos criar um mosaico com a maior das simplicidades. Naturalmente que a criação final é limitada uma vez que os recursos/ferramentas desta aplicação são bastante básicos mas, com alguma imaginação as obras surgem!

De referir que para que esta aplicação possa correr na Web necessita de uma versão actualizada do Java. Normalmente, se o computador não tiver (ou o browser, melhor dizendo) é pedida a instalação, pelo que se deve aceitar.

Boa ferramenta para a abordagem do conteúdo Forma em EVT. Depois,… bem, depois pode-se partir para outras explorações, novos conteúdos e áreas de exploração.


Lápis de Cor

O site Lápis de Cor recebeu em 2006 o prémio TOP 100 dos e-Learning Awards. Basicamente, contém em formato java um conjunto de ferramentas muito interessantes para exploração plástica e didáctica na disciplina de EVT.

Lápis de Cor

Este site tem um conjunto de 5 ferramentas: Iluisão Óptica, Fotomontagem, Desenho sobre preto, Cores, Padrões. Por aqui, já se vê que a abrangência temática para a nossa disciplina é muito vasta tocando em pontos fulcrais do currículo da disciplina de EVT sendo os conteúdos e áreas de exploração passíveis de ser utilizados muito diversificados.

Apenas a título de exemplo, pode abordar:

Conteúdos: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz/Cor.

Áreas de Exploração: Construções, Desenho, Fotografia, Impressão, Pintura.

Recomendo mesmo uma visita a este site.


Animated Motion (frame by frame)

Neste post não se apresentam quaisquer ferramentas. Antes, são colocados 5 filmes.

Não são filmes para lazer. Muito pelo contrário: são os princípios básicos da animação de imagens que qualquer animador deve conhecer. E, se os nossos alunos, em EVT, querem fazer animação, nada melhor do que os conhecer. Datam de 1976 mas são sempre, sempre actuais.

Realizados por um dos pais da animação – Norman McLaren e Grant Munro, resumem todos os aspectos e características da animação e do movimento em animação.

São 5 episódios com cerca de 10 minutos cada.

Uma fabulosa relíquia didáctica que deveria ser obrigatória mostrar aos nossos alunos em EVT.

Aqui ficam os filmes realizados no ONF -NFB of Canadá.

Episódio 1


Episódio 2


Episódio 3


Episódio 4


Episódio 5



A Arte do Azulejo em Portugal

A Arte do Azulejo em Portugal é um site da responsabilidade do Instituto Camões.

A arte do azulejo em Portugal

Este site é um verdadeiro manancial de informação sobre a história da azulejaria em Portugal. Com informações precisas e rigorosas, permite-nos uma visita e exposição virtual pela Arte do Azulejo no nosso país.

De facto, é sem dúvida um dos recursos a explorar quando trabalhamos o património artístico e cultural, o urbanismo e, +rincipalmente, aquando da abordagem da temática “Módulo-Padrão”.

A explorar e analisar cuidadosamente em contexto de EVT. Ah! Já agora, e porque não a história das nossas ruas, das ruas da nossa vila, da nossa cidade. O que nos dizem os azulejos?… Um sem número de explorações possíveis em EVT.

Fica a dica!


floorplanner

Baseada na Web 2.0, o floorplanner é uma poderosa ferramenta de trabalho para a disciplina de EVT. Com a criação de um simples registo, temos acesso a uma ferramenta com um vasto leque de opções.

floorplanner

Esta aplicação permite que os nossos alunos criem a planta de uma casa (ou sala de aula, de exposições ou o que entendermos), “jogar” com todas as variáveis e opções possíveis (e não são poucas) – como por exemplo a espessura das paredes, tipos de portas ou janelas, etc, etc… E, com um simples clique do rato, visualizar tudo em 3D.

Excepcional recurso para se explorar os Conteúdos: Espaço, Estrutura e Medida e as Àreas de Exploração: Construções e Desenho.

Vale a pena experimentar e explorar todas as potencialidades desta aplicação. Basta um computador com ligação à Internet, uma conta de e-mail… e, imaginação!

Vídeo Tutorial


Teaching with Animation

O site Teaching with Animation é um espaço Web Dinamarquês criado no âmbito de um projecto financiado pelo Programa Leonardo da Vinci, uma produção Europeia de: The University of the West of England, Bristol (UK), Ciclope Filmes, Porto (PT), 9Zeros, Barcelona (ES), Kinobuss, Tallinn (EE), School of Education, University of Aarhus, Copenhagen (DK) and is managed by the Animation Workshop, CVU Midt-Vest (DK).

Teaching with AnimationCom edição bilingue (em Dinamarquês e Inglês), o site apresenta inúmeras animações, explicações e exercícios de como fazer animação numa sala de aula.

Constitui-se um excepcional recurso para a abordagem em EVT da área de exploração Animação e do conteúdo Movimento.

Aqui ficam algumas transcrições da apresentação do site/projecto:

“Animation comes from the Latin word “Animare”, which means to give life or to give soul. Learning animation is like learning a new language – the language of new media and the language of modern life. The language relates to the Internet, games and films and it plays a significant part in the lives of children and young people of today. The schools in Europe should reflect this reality.

The Teaching with Animation Guide has been made to enable the teachers to explore and be acquainted with the technological and audiovisual communication specific resources of animation techniques and use them in the classroom. The guide provides you, as a teacher, with a tool that makes you capable of teaching by the use of animation. ”

Animation comes from the Latin word “Animare”, which means to give life or to give soul. Learning animation is like learning a new language – the language of new media and the language of modern life. The language relates to the Internet, games and films and it plays a significant part in the lives of children and young people of today. The schools in Europe should reflect this reality.

The Teaching with Animation Guide has been made to enable the teachers to explore and be acquainted with the technological and audiovisual communication specific resources of animation techniques and use them in the classroom. The guide provides you, as a teacher, with a tool that makes you capable of teaching by the use of animation.