Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT


Category Archive

The following is a list of all entries from the ET category.

O EVTdigital continua VIVO! Obrigado!… (e pré anúncio de prendas)

É verdade amigas e amigos do EVTdigital! Faz amanhã precisamente 4 meses que já não escrevia aqui no EVTdigital!

É tempo de voltar a enviar-vos uma mensagem. Aqui está ela!

E esta mensagem é de agradecimento, profundo, a todas e todos vocês que continuam a visitar o EVTdigital. Como avisei no final de junho deste ano, novas etapas surgiam e outras metas se impunham. Atualizei na altura o blogue com 140 divulgações de ferramentas digitais que ainda faltavam divulgar e que foram recenseadas no meu estudo e fiz uma pequena despedida. Disse e cumprirei: raramente farei aqui publicações pois há dados ainda a tratar e uma tese para redigir e, o tempo urge. Mais tarde voltarei…

Muitos de vocês já devem ter constatado aquilo que de bom nós dá a internet e determinadas aplicações. No entanto, há também a “morte” de muitas. Já devem ter constatado que algumas ferramentas que outrora divulguei, hoje já não existem. Ou foram substituídas, ou evoluíram ou acabaram mesmo. O mundo das tecnologias, como na vida, é assim mesmo: feito de renovação. Um dia mais tarde, talvez daqui a um ano, volte em força a este blogue.

Também a eliminação da disciplina de EVT do currículo e a sua substituição por EV e ET foi um rude golpe. Valha-nos ainda o programa de EVT estar em vigor, apesar de novas disciplinas e metas para as mesmas. Não deixa de ser um paradoxo  mas enfim… Pelo menos a indexação que fiz das ferramentas digitais, deixa abertura para que as mesmas continuem a ser utilizadas.

Mas como dizia no título deste artigo/post, tenho apenas que vos dizer: OBRIGADO!

OBRIGADO porque as estatísticas do blogue EVTdigital continuam a surpreender-me. É a vocês todos que aqui reconhecem o valor da informação, das ferramentas digitais e ponto de encontro para encontrarem aquilo que procuram, que o EVTdigital se tem mantido com uma boa estatística de acessos. Ao nível dos anos anteriores com cerca de 200 acessos diários (por vezes bem mais) outras menos (principalmente em interrupções letivas e fins de semana). Em quase 3 anos (faltam-nos precisamente 2 meses para o EVTdigital completar 3 anos) estamos com mais de 157.000 acessos. Chegando ao dia 25 de dezembro de 2012, se tivermos nessa altura 165.000 acessos, dará uma média de 55.000 acesso por ano. Qualquer coisa com mais de 4.500 acessos por mês e uma média aproximada de 150 por dia.

Por tudo isto, por me continuarem a surpreender e por continuarem a ter o EVTdigital como referência, MUITO OBRIGADO.

A dois meses de completarmos 3 anos, vou ainda esta noite deixar-vos em mais alguns posts/artigos, umas prendas.

Um abraço digital, do EVTdigital

José Alberto Rodrigues

JAR


Paper Folding for Pop-Up (de Miyuki Yoshida)

Este é o último post/artigo do EVTdigital? Não, não será certamente o último mas… é o que finaliza a divulgação das ferramentas digitais no âmbito deste estudo. E nada melhor do que partilhar convosco um recurso que não é digital, tal como no artigo anterior. É um recurso em papel, uma das minhas paixões: os Pop-Up books. Chama-se Paper Folding for Pop-Up e é de Miyuki Yoshida.

Em contexto de EVT (de EV e até ET) a exploração deste tipo de livros, muitos deles com mecanismos engenhosos e que o seu manuseamento e posterior análise por parte dos alunos faz-lhes despertar a curiosidade e a motivação para eles mesmos criarem os seus livros pop-up, ou mesmo que não sejam livros, postais… Mas podem ser brinquedos com mecanismos entre outros.

Tal como sempre referi (e defendi), acredito que é pela utilização articulada e sensata entre os recursos digitais e os “tradicionais”, como este, em papel, que os alunos conseguem uma aprendizagem mais rica, diversificada, e verdadeiramente significativa.

Anteriormente já tinha aqui divulgado os 5 livros pop-up de David A. Carter, para mim, dos mais fabulosos que existem. Divulguei também o espaço na Internet de Robert Sabuda, outro dos gurus da área. Chega agora a vez de Miyuki Yoshida e este livro que descobri recentemente e que é verdadeiramente fabuloso. No momento em que vos escrevo, ainda não o tenho. está encomendado e espero que daqui a uma semana ele chegue para me poder deliciar com ele… Enquanto não chega, partilho aqui convosco algumas das suas páginas num dos blogues que visitei e do qual retirei estas imagens e que infelizmente não guardei aqui a fonte para a publicar mas sei que era um blogue em Espanhol. Não podia deixar de partilhar convosco…  


DISNEY MOVING PICTURE MACHINE

A divulgação de ferramentas digitais está mesmo a acabar, aqui no EVTdigital. Mas como sempre disse e defendi, deve sempre haver a articulação dos vários recursos e suportes em contexto educativo, nomeadamente em EVT (ou qualquer outra área). Aqui apresento um desses recursos, uma das minhas paixões que é o cinema de animação, os brinquedos óticos e os princípios de animação de imagens. Chama-se DISNEY MOVING PICTURE MACHINE e vou já contar-vos a história do mesmo e para que serve.

(créditos da imagem: NAVA Design)

Este brinquedo, sim brinquedo, podemos chamar-lhe assim pois é um brinquedo ótico tem uma história longa e curiosa. O original do qual podem agora ter uma réplica, surgiu em força no mercado em 1938, depois da primeira aparição em 1935. Todos sabem que hoje em dia, muitas marcas, sejam cereais, detergentes e outros, por vezes oferecem brinquedos para os mais novos. Há muito anos, ainda me recordo, ofereciam espirógrafos e outros brinquedos educativos. Ora este Moving Picture Machine surge distribuído em 1938 através da parceria entre a Disney (por Walt Disney) e a Pepsodente Co. (sim, a das pastas de dentes).

Uma oferta que chegou assim a muitas e muitas pessoas e assim despertou a curiosidade pelo cinema de animação em particular mas também ao cinema no geral.

Agora, no site da Disney, numa produção da NAVA Design, são disponibilizados os planos para serem impressos (convém ser em cartolina ou num papel com boa consistência) e depois montados. São fornecidos com 2 baterias de imagens de filmes de animação da altura, claro.

Uma experiência fabulosa para redescobrir a animação e para também para além daquilo que é o digital e o que agora nos é proporcionado pela partilha nas redes, aquilo que também se pode conseguir na impressão, recorte, montagem, colagem, etc… Tudo isto também muito importante na nossa disciplina de EVT (ou qualquer outra e até mesmo para o desenvolvimento integral das crianças e jovens).

Basta carregarem na ligação acima ou na imagens e são convidados a visitar o espaço da Disney onde podem descarregar em pdf as instruções e os planos deste brinquedo óptico, que acaba por ser quase um projetor primitivo, para depois montar. Claro que já podem ver que isto permite explorar muitas áreas e conteúdos da EVT como: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Impressão e Mecanismos.

Fascinem-se… e aqui fica um vídeo onde se apresenta a máquina que depois a Disney aprimorou e fez distribuir com a colaboração da Pepsodent.


FluxTime Studio

Para criação de animações simples, mas também para simulações (áreas da Física ou Educação Tecnológica), esta aplicação chamada FluxTime Studio é extremamente interessante para ser trabalhada com os nossos alunos.   

Esta aplicação, no caso de querermos criar uma conta de utilizador individual ou para escolas ou no caso para a querermos descarregar para o nosso computador, é paga. No entanto, é permitido a qualquer utilizador fazer as suas animações. Bastará para tal carregar em Animate e depois em Create a Free Animation. Apenas fica a limitação de não podermos guardar o nosso trabalho no final…

Muito interessante para explorarem de forma simples alguns conceitos de animação e compreenderem os seus princípios e, a um nível mais avançado, realizar algumas experiências Físicas na área da Educação Tecnológica.

A explorar, sem dúvida… E para EVT, sobretudo num 5º ano, explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho e Mecanismos.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial, muito útil, que pesquisamos e encontrámos no Youtube. 


AutoQ3D

Para terminar as publicações de hoje, uma ferramenta de 3D que não é muito complexa de utilizar e que evoluiu bastante nos últimos tempos. Chama-se AutoQ3D é pode ser um bom recurso, pois tal como referimos, até já tem disponíveis versões para iPad e Android (dispositivos móveis, portanto). Mas carregando na ligação acima ou na próxima imagem, acedem ao Sourceforge onde têm as versões primitivas desta aplicação, antes da última revolução.

É um software que podem descarregar livremente do espaço acima, acedendo a “Files”. Mas atualmente existe uma nova versão, como referi. Podem aceder ao novo sítio na Internet AQUI. Nesta nova versão, têm disponíveis versões Trial (para testar) para Windows e Linux (Suse e Ubuntu). Mas há também disponível a versão livre deste programa, para Windows, na AutoQ3D Community, inclusive o código fonte do mesmo pois é distribuído em GNU – General Public Licence. Para acederem a essa nova página e realizarem depois o download, podem carregar na imagem abaixo.

Resta-nos uma pequena explicação e contextualização relativa à sua utilização em sala de aula. Na disciplina de EVT, ou mesmo EV ou até ET, podemos utilizar esta aplicação para desenho 3D (ou mesmo CAD) e as abordagens podem passar pela geometria, construção de sólidos, modelação de objetos, tudo isto aplicado a múltiplos contextos. Nada como experimentar. Quanto a conteúdos e áreas de exploração da EVT, podem focalizar-se nos seguintes: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Medida, Trabalho, Construções, Desenho, Mecanismos e Modelação/Moldagem.

Para terminar, aqui fica um pequeno vídeo tutorial encontrado no Youtube e que, na versão mais antiga desta aplicação faz a construção de uma cadeira.  


Postais Pop Up – Robert Sabuda

Quem me conhece e acompanha o EVTdigital, sabe da minha paixão por Pop-Up Cards, Pop-Up Books, Automatas, etc… No fundo, tudo aquilo que se faz de um postal ou livro que passa do bi para o tridimensional ou ainda, no caso dos paper toys e automatas, os mecanismos aplicados a construções.

O meu autor preferido em Pop-Up books, e já fiz essa divulgação aqui, anteriormente, é David Carter. Mas um dos mais conhecidos e gurus neste mundo é Robert Sabuda. O recurso que agora apresento é mesmo o sítio na Internet de Robert Sabuda.

Ao entrarem neste espaço, encontram um verdadeiro acervo de recursos dos quais destaco as secções: Explore Pop-ups e Make Your Own Pop-ups. São duas secções onde podemos, na primeira, explorar 8 diferentes sub-secções com livros, galerias, entre outros e, na segunda, onde podemos obter modelos de Pop-ups de postais para imprimir os modelos que estão catalogados em 3 níveis – iniciado, intermédia e avançado, construir e até, em contexto de EVT, adaptar e depois realizar as suas próprias construções e modelos.

Nada como explorar e partir para muitas construções em EVT, disciplina na qual podemos abordar as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Construções, Desenho, Mecanismos e Modelação/Moldagem.

Ora, vamos lá espreitar?…


Canon CREATIVE PARK

E se agora vos mostrasse um sítio da Internet Japonês? Vamos a isso pois certamente ficarão deliciados(as)…

Certamente o nome Canon não vos é de todo estranho. Sim, esse mesmo, o da marca das impressoras. A Canon tem um espaço na Internet chamado Creative Park. E é precisamente esse espaço e os recursos nele contidos que vos vamos mostrar.

Ao entrarem neste sítio, encontram de imediato várias secções. No menu superior encontram 6 áreas correspondentes a outras tantas categorias que podem explorar. Normalmente costumo deter-me mais na secção Paper Craft e noutra chamada Art. mas qualquer uma deles permite explorações absolutamente surpreendentes. Todas as propostas apresentadas podem ser descarregadas e impressas para posteriormente ser montadas. Naturalmente que realizar apenas isso pode ser limitativo mas, se conseguirmos posteriormente criar as nossas próprias obras e trabalhos com os alunos, isso será excelente.

No separador Art é onde se encontra uma sub-secção chamada Origami. É lá que, apenas como exemplo, podemos mostrar este trabalho documentado na imagem abaixo e que posteriormente pode ser impresso e montado: chama-se Carp Streamer.

Outra das secções que acho fantástica é, como disse, a Paper Craft. É lá que podemos observar, analisar, descarregar e montar vários Paper Toys (brinquedos de papel) e mesmo Automatas (brinquedos de papel com mecanismos). Perceber esses mesmos mecanismos, analisá-los e depois poder aplicar os conceitos noutros contextos e aplicados à construção dos seus próprios brinquedos em contexto de sala de aula de EVT, EV ou ET, será fabuloso. Apresentamos aqui um desses exemplos chamado Traveling Pilot.

Mas,… nada como explorar pois dentro desta secção temos muitas outras como Animais, Arquitectura, Ciência, entre outros.

Acabámos??? Não, claro que não!… Há depois os Museus onde para além de continuarem a poder imprimir os modelos, podem conhecer um pouco mais sobre as temáticas como no Museu da Ciência ou no Museu da Arquitectura. No primeiro caso com explorações verdadeiramente fantásticas sobre os Dinossauros e na segunda, com os mais importantes monumentos de todo o mundo onde se inclui a Torre de Belém, em Lisboa.

Falta apenas dizer-vos que as explorações podem ser tantas em EVT, EV e ET que, principalmente em EVT, este recurso pode ser o mote para a abordagem dos seguintes conteúdos e áreas de exploração: Energia, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Alimentação, Animação, Construções, Desenho, Impressão, Mecanismos, Modelação/Moldagem,

De facto, a não perder, garanto-vos…


Novas divulgações para junho e julho, no EVTdigital

Aos seguidores deste blogue do EVTdigital.

Como já anunciado várias vezes, ainda faltam divulgar neste espaço bastantes ferramentas digitais. No estudo que realizámos, listámos 430 ferramentas. Já temos aqui publicados 358 manuais e criada a distribuição EVTux. Mas faltam ainda divulgar bastantes ferramentas!…

O trabalho que iremos realizar este mês de junho e o próximo, julho, será divulgar, pelo final da tarde de cada dia, umas 4 ou 5 ferramentas digitais. Assim, esperamos que lá para meados de julho tenhamos todas as ferramentas digitais incluídas neste estudo já divulgadas no EVTdigital.

Como sabem, algumas ferramentas já foram compradas, outras deixaram de existir mas, a maioria delas, continua a funcionar. Apesar de no estudo realizado ter sido necessário estabelecer um limite temporal e datas, há sempre novas ferramentas digitais a surgir. Posteriormente, sempre que tivermos conhecimento de algumas ferramentas, iremos aqui partilhá-las convosco.

Para já, aqui fica a nota de divulgação e todos os dias os subscritores deste blogue irão receber a indicação de mais algumas ferramentas que podem ser trabalhadas em contexto de EVT… e não só… Muitas destas ferramentas estão indexadas a conteúdos e áreas de exploração/temáticas, pelo que a sua aplicação pode ser feita em disciplinas como Educação Visual, Educação Tecnológica, TIC e  muitas outras, bastando para tal perceber em que contexto aplicá-las.

Um abraço da equipa EVTdigital!

JAR