Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT


Category Archive

The following is a list of all entries from the EV category.

“As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL”

Viva!

Já conhecem a aplicação “As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL” que foi divulgada oficialmente hoje, a 31 de janeiro de 2013?

imagem_newsletter_01

Se não conhecem, irei dar-vos a conhecer esse recurso mas antes, algumas breves notas.

Como sabem, no âmbito do trabalho que desenvolvo, iniciei a partilha dos resultados da minha investigação aqui mesmo, no EVTdigital. Começamos fez a 25 de dezembro de 2012 dois anos. Ao fim de um ano de vida do EVTdigital, novas perspetivas  se vislumbravam: como tornar mais simples e acessível todo o acervo construído em torno da investigação e do EVTdigital? Como organizar toda a informação de forma a torná-la de mais fácil pesquisa para os professores?

Foi assim que demos um novo passo e, construímos o EVTux, uma distribuição livre  Linux, baseada em Ubuntu, e que  simplificava a pesquisa, análise e seleção das ferramentas digitais listadas neste estudo. Ficou disponível online para download e, mais tarde, numa edição em DVD disponibilizada numa edição produzida pelo CIDTFF da Universidade de Aveiro.

Mas… (há sempre um mas…) os percursos não são fáceis. Em pleno desenvolvimento destes materiais, existiu uma revisão da estrutura curricular que veio acabar com a disciplina de EVT – Educação Visual e Tecnológica. Tal como sempre disse, muitos destes recursos recenseados eram passíveis de ser utilizados noutros contextos, fossem eles de EV no 3º ciclo ou até mesmo noutras disciplinas, como muitos colegas perceberam e me afirmavam: utilizavam alguns destes recursos em disciplinas tão diversas como línguas estrangeiras, matemática, português, etc… Como sempre disse, as ferramentas, em si mesmas, nada fazem. Somos nós, educadores e professores, que temos que encontrar nas mesmas os princípios que iremos utilizar em contexto educativo, com os alunos, para realmente as considerar ferramentas digitais com potencial pedagógico. Muitas vezes, é isso que falta: a estratégia de utilização educativa dos programas/aplicações.

A referida revisão da estrutura curricular acabou com a disciplina de EVT no 2º ciclo do ensino básico e fez nascer as disciplinas de EV e ET. E perguntava-se: e agora, o teu trabalho? Pergunta com sentido, claro. Mas sempre disse que as ferramentas que pesquisei, analisei e recenseei continuam a ser válidas. Algumas em ET mas maior parte delas em contexto da disciplina de EV. Assim, houve a necessidade de criar esta aplicação – “As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL” para comprovar isso mesmo e contextualizar num novo paradigma o trabalho que desenvolvi. Claro que se me perguntarem, GARANTO, defendo que a EVT é muito mais pertinente na faixa etária do 2º ciclo e tem muito mais sentido de concretização para os alunos.

Mas quanto à aplicação “As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL”, vamos então conhecê-la melhor. Foi construída tendo por base um conceito simples de agregar toda a informação produzida ao longo do tempo e adequá-la ao novo contexto da disciplina de EV. Numa interface com navegação muito simples e intuitiva, primou-se pela sobriedade das formas, das cores e da estruturação da informação de forma a torná-la prática numa consulta rápida.

Conhecendo ainda um pouco melhor…

A navegação nesta aplicação foi pensada de forma a simplificar a pesquisa de ferramentas digitais que possam ser usadas na disciplina de Educação Visual, tanto no 5º como no 6º ano de escolaridade e ainda em Projetos a desenvolver. Ao acederem à secção 5º ano têm disponíveis as Unidades U1, U2, U3 e U4, tal como acontece com o 6º ano tendo acesso às Unidades U5, U6, U7 e U8. Encontram ainda um conjunto de 6 temáticas na secção Projetos e que podem ser exploradas com a utilização de ferramentas digitais, no caso de âmbito mais alargado e que são comuns ao 5º e 6º ano.

Na parte superior da aplicação terão sempre acesso ao menu principal e, para efetuar uma pesquisa, deverão carregar numa das Unidades ou Temáticas, sendo apresentadas na parte inferior da aplicação um conjunto de sugestões de ferramentas digitais que podem ser utilizadas em contexto de Educação Visual e referentes à pesquisa efetuada. Para efetuar uma nova pesquisa bastará selecionar uma outra Unidade ou Projeto.

A apresentação de resultados de cada pesquisa indica sempre sugestões com os nomes de ferramentas digitais passíveis de ser utilizadas bem como uma breve descrição das funcionalidades da mesma, ligação de acesso direto à ferramenta online ou página de download, ligação para o manual dessa aplicação e uma lista de temas sugeridos que podem ser abordados com a utilização dessa aplicação em Educação Visual.

FINALMENTE… vamos ao que tanto pretendem: a aplicação “As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL”. Antes de mais, dizer-vos que a aplicação foi desenvolvida pela Editora ASA a partir do conceito que transmiti através de um guião multimédia elaborado para o efeito.

– Para acederem à aplicação e ver online “As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL” podem carregar aqui: http://nlstore.leya.com/asa/newsletters/ev/imagens/HTML/vFinal.html
– Podem ainda fazer download gratuito da aplicação a partir deste endereço: http://nlstore.leya.com/asa/newsletters/ev/nl_ev.html o que permita a qualquer pessoa gravar a aplicação numa pen drive e tê-la sempre consigo mesmo que não tenha acesso à Internet.
Mas ainda melhor: workshops sobre “As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL”! É verdade, o ccTICua – Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro irá promover dois workshops sobre esta aplicação. Uma no dia 4 de março de 2013 e a outra no dia 8 de abril de 2013. Ambas a uma segunda-feira e das 17 às 20 horas. A participação não tem qualquer custo MAS a inscrição é obrigatória.
Para se inscreverem numa dessas formações, devem escolher a data e preencher o formulário existente nesta página: http://ccticua.blogs.sapo.pt/5331.html
Para já, apenas existem estas duas datas mas na eventualidade de existirem muitos interessados, poderão criar-se mais sessões.

Um abraço a todas e todos vocês e,…

Espero que gostem e, acima de tudo, “As ferramentas digitais do MUNDO VISUAL” vos seja muito útil em contexto pessoal, profissional e educativo!

JAR

Anúncios

O EVTdigital continua VIVO! Obrigado!… (e pré anúncio de prendas)

É verdade amigas e amigos do EVTdigital! Faz amanhã precisamente 4 meses que já não escrevia aqui no EVTdigital!

É tempo de voltar a enviar-vos uma mensagem. Aqui está ela!

E esta mensagem é de agradecimento, profundo, a todas e todos vocês que continuam a visitar o EVTdigital. Como avisei no final de junho deste ano, novas etapas surgiam e outras metas se impunham. Atualizei na altura o blogue com 140 divulgações de ferramentas digitais que ainda faltavam divulgar e que foram recenseadas no meu estudo e fiz uma pequena despedida. Disse e cumprirei: raramente farei aqui publicações pois há dados ainda a tratar e uma tese para redigir e, o tempo urge. Mais tarde voltarei…

Muitos de vocês já devem ter constatado aquilo que de bom nós dá a internet e determinadas aplicações. No entanto, há também a “morte” de muitas. Já devem ter constatado que algumas ferramentas que outrora divulguei, hoje já não existem. Ou foram substituídas, ou evoluíram ou acabaram mesmo. O mundo das tecnologias, como na vida, é assim mesmo: feito de renovação. Um dia mais tarde, talvez daqui a um ano, volte em força a este blogue.

Também a eliminação da disciplina de EVT do currículo e a sua substituição por EV e ET foi um rude golpe. Valha-nos ainda o programa de EVT estar em vigor, apesar de novas disciplinas e metas para as mesmas. Não deixa de ser um paradoxo  mas enfim… Pelo menos a indexação que fiz das ferramentas digitais, deixa abertura para que as mesmas continuem a ser utilizadas.

Mas como dizia no título deste artigo/post, tenho apenas que vos dizer: OBRIGADO!

OBRIGADO porque as estatísticas do blogue EVTdigital continuam a surpreender-me. É a vocês todos que aqui reconhecem o valor da informação, das ferramentas digitais e ponto de encontro para encontrarem aquilo que procuram, que o EVTdigital se tem mantido com uma boa estatística de acessos. Ao nível dos anos anteriores com cerca de 200 acessos diários (por vezes bem mais) outras menos (principalmente em interrupções letivas e fins de semana). Em quase 3 anos (faltam-nos precisamente 2 meses para o EVTdigital completar 3 anos) estamos com mais de 157.000 acessos. Chegando ao dia 25 de dezembro de 2012, se tivermos nessa altura 165.000 acessos, dará uma média de 55.000 acesso por ano. Qualquer coisa com mais de 4.500 acessos por mês e uma média aproximada de 150 por dia.

Por tudo isto, por me continuarem a surpreender e por continuarem a ter o EVTdigital como referência, MUITO OBRIGADO.

A dois meses de completarmos 3 anos, vou ainda esta noite deixar-vos em mais alguns posts/artigos, umas prendas.

Um abraço digital, do EVTdigital

José Alberto Rodrigues

JAR


Paper Folding for Pop-Up (de Miyuki Yoshida)

Este é o último post/artigo do EVTdigital? Não, não será certamente o último mas… é o que finaliza a divulgação das ferramentas digitais no âmbito deste estudo. E nada melhor do que partilhar convosco um recurso que não é digital, tal como no artigo anterior. É um recurso em papel, uma das minhas paixões: os Pop-Up books. Chama-se Paper Folding for Pop-Up e é de Miyuki Yoshida.

Em contexto de EVT (de EV e até ET) a exploração deste tipo de livros, muitos deles com mecanismos engenhosos e que o seu manuseamento e posterior análise por parte dos alunos faz-lhes despertar a curiosidade e a motivação para eles mesmos criarem os seus livros pop-up, ou mesmo que não sejam livros, postais… Mas podem ser brinquedos com mecanismos entre outros.

Tal como sempre referi (e defendi), acredito que é pela utilização articulada e sensata entre os recursos digitais e os “tradicionais”, como este, em papel, que os alunos conseguem uma aprendizagem mais rica, diversificada, e verdadeiramente significativa.

Anteriormente já tinha aqui divulgado os 5 livros pop-up de David A. Carter, para mim, dos mais fabulosos que existem. Divulguei também o espaço na Internet de Robert Sabuda, outro dos gurus da área. Chega agora a vez de Miyuki Yoshida e este livro que descobri recentemente e que é verdadeiramente fabuloso. No momento em que vos escrevo, ainda não o tenho. está encomendado e espero que daqui a uma semana ele chegue para me poder deliciar com ele… Enquanto não chega, partilho aqui convosco algumas das suas páginas num dos blogues que visitei e do qual retirei estas imagens e que infelizmente não guardei aqui a fonte para a publicar mas sei que era um blogue em Espanhol. Não podia deixar de partilhar convosco…  


DISNEY MOVING PICTURE MACHINE

A divulgação de ferramentas digitais está mesmo a acabar, aqui no EVTdigital. Mas como sempre disse e defendi, deve sempre haver a articulação dos vários recursos e suportes em contexto educativo, nomeadamente em EVT (ou qualquer outra área). Aqui apresento um desses recursos, uma das minhas paixões que é o cinema de animação, os brinquedos óticos e os princípios de animação de imagens. Chama-se DISNEY MOVING PICTURE MACHINE e vou já contar-vos a história do mesmo e para que serve.

(créditos da imagem: NAVA Design)

Este brinquedo, sim brinquedo, podemos chamar-lhe assim pois é um brinquedo ótico tem uma história longa e curiosa. O original do qual podem agora ter uma réplica, surgiu em força no mercado em 1938, depois da primeira aparição em 1935. Todos sabem que hoje em dia, muitas marcas, sejam cereais, detergentes e outros, por vezes oferecem brinquedos para os mais novos. Há muito anos, ainda me recordo, ofereciam espirógrafos e outros brinquedos educativos. Ora este Moving Picture Machine surge distribuído em 1938 através da parceria entre a Disney (por Walt Disney) e a Pepsodente Co. (sim, a das pastas de dentes).

Uma oferta que chegou assim a muitas e muitas pessoas e assim despertou a curiosidade pelo cinema de animação em particular mas também ao cinema no geral.

Agora, no site da Disney, numa produção da NAVA Design, são disponibilizados os planos para serem impressos (convém ser em cartolina ou num papel com boa consistência) e depois montados. São fornecidos com 2 baterias de imagens de filmes de animação da altura, claro.

Uma experiência fabulosa para redescobrir a animação e para também para além daquilo que é o digital e o que agora nos é proporcionado pela partilha nas redes, aquilo que também se pode conseguir na impressão, recorte, montagem, colagem, etc… Tudo isto também muito importante na nossa disciplina de EVT (ou qualquer outra e até mesmo para o desenvolvimento integral das crianças e jovens).

Basta carregarem na ligação acima ou na imagens e são convidados a visitar o espaço da Disney onde podem descarregar em pdf as instruções e os planos deste brinquedo óptico, que acaba por ser quase um projetor primitivo, para depois montar. Claro que já podem ver que isto permite explorar muitas áreas e conteúdos da EVT como: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Impressão e Mecanismos.

Fascinem-se… e aqui fica um vídeo onde se apresenta a máquina que depois a Disney aprimorou e fez distribuir com a colaboração da Pepsodent.


Typedia

Criado em 2006, o Typedia assume-se como uma enciclopédia de fontes (tipos gráficos, tipos de letra) online.

Neste espaço podemos pesquisar por um tipo de letra, autor, blogue, o que se queira. Em poucos instantes temos uma lista de resultados que podemos analisar e obter resposta para o que procuramos.

Para utilizar em EVT, quando por exemplo procuramos um tipo de letra para um cartaz ou outro produto gráfico; para saber mais sobre as fontes; para compreender como se cria um tipo de letra…

Ainda em contexto de EVT (ou mesmo EV), pode ser interessante para a abordagem de conteúdos e áreas de exploração como: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Desenho e Impressão.

Passem por lá!


MockFlow

Iniciamos as apresentações de hoje no EVTdigital com uma ferramenta que pode despertar muito a vossa curiosidade. Chama-se MockFlow e o seu princípio caracteriza-se por uma aplicação Online Wireframe Tool. Vamos já conhecê-la.

Depois de criada a vossa conta de utilizador gratuita, podem iniciar o vosso trabalho. Esta aplicação, que funciona online, sem necessidade de instalarem qualquer programa, permite criar layouts (modelos de páginas) para vários tipos de dispositivos, sejam eles sites (Joomla ou Drupal), sítios web ou para dispositivos móveis. Uma fantástica aplicação que pode orientar muito bem os trabalhos que possam desenvolver, sejam eles coisas simples ou mais complexas ou até mesmo trabalhos mais profissionais. Sim, é possível desenvolver trabalhos profissionais com esta aplicação.

Devem experimentar e mesmo em contexto de EVT, e como vivemos numa era em que há versões para todos os dispositivos, por exemplo a paginação do jornal da escola poder ser feita para vários dispositivos: para versão impressa, para sítio web da escola, sistemas Android, i OS, entre outros.

Antes do vídeo tutorial que vos deixamos e que encontrámos, entre vários, no YouTube, falta dizer que em contexto de EVT (e até mesmo EV ou TIC) podem abordar com esta aplicação os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Medida, Trabalho, Construções, Desenho e Fotografia.  


Mixamo

Querem experimentar alguns trabalhos e explorar conceitos de animação 3D? Isso pode ser extremamente simples se utilizarem a ferramenta que agora vos apresento e que se chama Mixamo.

Como funciona? Muito simples. Criam a vossa conta de utilizador, gratuita e depois, de forma muito rápida, podem escolher as personagens e as animações. Há as gratuitas (aquelas que certamente vamos utilizar) e as outras, pagas… Depois, podemos perceber e alterar todas as características de cada movimento. Melhor ainda: para além das personagens que nos são fornecidas gratuitamente, podemos adicionar as nossas próprias personagens 3D realizadas noutros programas, carregando-as nesta aplicação que funciona integralmente online. Lembram-se de eu ter anunciado aqui uma ferramenta da DAZ 3D, criada a partir do Gizmoz? Esta é uma delas! E nesse caso podem ter uma animação com a personagem que criaram. excelente não?

Em contexto de EVT é uma forma simples de os alunos perceberem um pouco de animação, no caso em 3D e para integrarem este tipo de trabalho noutros projetos. Podem abordar conteúdos e áreas de exploração como: Espaço, Estrutura, Forma, Movimento, Trabalho, Animação, Construções e Modelação/Moldagem.

Nada como experimentar, mas antes ver o vídeo tutorial que vos falei e encontrei no YouTube e que, está fantástico!


Kaltura

Para terminar as publicações de hoje, aqui vai a divulgação do Kaltura. Uma plataforma colaborativa para edição de vídeo online e partilha. Muito simples e interessante de utilizar, das primeiras a aparecer, despertou curiosidade no mercado tendo surgido posteriormente outras como o WeVideo, já aqui partilhado. 

Com as redes de Internet cada vez mais rápidas, torna-se uma tentação este tipo de serviços. Lembro-me de este Kaltura ser o primeiro serviço que conheci. Depois, seguiram-se outros. É uma plataforma que permita a criação de uma conta de utilizador gratuita, com mais limitações que as contas pagas, naturalmente, mas que permite carregar filmes (ou gravar diretamente) e depois editá-los colaborativamente e posteriormente partilhá-los.

No vídeo que vos deixámos, que fomos encontrar na Internet, é apresentada numa feira esta ferramenta, salientando-se as suas potencialidades e principais funcionalidades.

Em contexto de EVT, pode ser uma excelente opção para trabalhos colaborativos, de animação ou imagem real e uma mais valia para se trabalharem conteúdos e áreas de exploração como: Comunicação, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação e Fotografia. E diga-se, para EVT ou qualquer outra área curricular.


Megazine

Para quem quiser criar, em contexto de EVT, álbuns de trabalhos dos alunos ou outro tipo de paginações em contexto de sala de aula, tem aqui uma ferramenta chamada MegaZine e que permite criar esses álbuns ou livros em pdf e depois convertê-los num formato que dá para fazer o Page Flip (passem das folhas como se estivéssemos a folhear esse livro).

É uma aplicação simples de usar e que, ao nível de resultados finais, pode ser muito interessante. Para depois publicar, por exemplo, no espaço da Escola na Internet. É uma outra forma dos alunos verem o seu trabalho publicado numa forma de visualização muito profissional.

Nada como visitarem o sítio do MegaZine e perceberem como funciona, o que não é muito complicado e lá encontram todas as instruções. Isto até por que não temos vídeo tutorial. Aliás… até temos um vídeo tutorial que apresenta o MegaZine 3 mas também faz uma abordagem ao Lightroom 4. Aqui fica…


Geogebra

Infelizmente é comum ouvirmos os alunos dizer que não gostam muito do conteúdos geometria, em EVT (e não só, Matemática também). Mas, de que forma poder tornar o estudo da Geometria mais cativante e motivador? Este é um dos casos, utilizando-se um software como por exemplo o Geogebra. Há outras formas, claro. Por exemplo, no meu caso pessoal, gosto sempre de fazer a abordagem da Geometria integrada com os princípios de animação de imagens e à construção de brinquedos óticos.

O Geogebra é um programa muito conhecido na área da Matemática. Certamente muitos colegas desta disciplina o conhecem. E pode dizer-se que é até muito utilizado para níveis bem avançados mas, como tudo, podemos em EVT trabalhar as noções simples de Geometria adaptadas ao 5º e 6º anos. Conhecedores do programa que temos, a Geometria pode ser trabalhada de forma muito dinâmica com este programa, sendo ainda mais potenciada com a utilização do quadro interativo.

Para EVT, podemos trabalhar as formas e construções geométricas, por exemplo… A abordagem do conteúdos Geometria é evidente mas outros como a Forma ou Medida também podem estar presentes tal como a área de exploração de Desenho e Construções.

Terminamos deixando-vos aqui um pequeno vídeo tutorial que encontramos no Youtube, em Português, e no qual podem ver como é simples construir uma figura geométrica neste programa e de que forma podemos tirar partido de todas as suas potencialidades.

Ah! Não esquecer que este é um programa gratuito mas que pode ser copiado e distribuído sem problemas logo que não seja para fins comerciais, tal como se pode ver na licença disponível no sítio da Internet.


Typography

O espaço da Internet criado por Jeremy Tankard intitulado Typography é um local onde podem encontrar informação útil sobre tipografia, fontes (tipos de letra) e outros aspetos relevantes a ter em conta quando utilizamos as letras (texto) na comunicação visual. 

Com várias secções úteis das quais destacamos a possibilidade de impressão de vários tipos e a sua posterior comparação, é um excelente recurso para em contexto de EVT introduzirmos a particularidade do texto e da sua inclusão em trabalhos de composição visual como cartazes, desdobráveis ou outras paginações e aspetos a ter em conta quando realizamos esses trabalhos. Muito interessante, também, para criar uma fonte de raíz. Não que esta ferramenta (apenas um sítio da Internet) o permita, mas faculta recursos úteis para abordar em contexto de sala de aula de EVT, onde se podem trabalhar áreas de exploração e conteúdos como: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Medida, Desenho e Impressão.


Stop Motion Pro

Chega agora a hora de vos apresentar mais um programa para captura de imagens em stop-motion e assim poderem realizar cinema de animação na sala de aula. Chama-se Stop Motion Pro e, ATENÇÃO, não é bem um software gratuito. Este programa é um software proprietário, com versão comercial, mas que disponibiliza uma versão Trial (de teste) sem limitações de tempo ou mesmo de exportação do filme MAS apenas o resultado final fica com uma marca de água do software e que não pode ser removida.

 

Depois de visitarem este espaço na Internet, podem aceder através do menu à página para descarregarem esta versão trial. preenchem um pequeno registo e é-vos facultado o download. Descarregado o programa e instalado no vosso computador (sistemas operativos Windows), o que é um processo extremamente simples, podem de imediato ligar uma câmara ao computador e iniciar a captura stop-motion. Dependendo da qualidade da câmara, melhor será o filme pois a qualidade de imagem, naturalmente, será melhor. Vão constatar que este programa é muito simples de utilizar e prático para utilizar em contexto de sala de aula, em especial em EVT com alunos de 10 a 12 anos.

Nada como experimentar e se a marca de água final não for problema, excelente. No caso de quererem enviar o filme para algum concurso ou publicar, aí será diferente e devem optar por outros aqui divulgados. Mas se for só experimentar e explorar os conteúdos de animação e realizar exercícios, é uma boa opção.

Precisamente no contexto de EVT pode explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia, Mecanismos, Modelação/Moldagem e Pintura.

E aqui fica um pequeno vídeo tutorial… E vejam como é simples de utilizar este programa.


Viddix

É um facto que gostaríamos de nos deter bastante tempo a explicar-vos o funcionamento desta ferramenta chamada Viddix. Apenas não o vamos fazer uma vez que, chegada agora a horas de vos divulgar esta aplicação online, acabamos por constatar que a mesma já não aceita registos de utilizador gratuitos. Nós ainda temos a nossa conta pois o registo é antigo mas novos utilizadores apenas poderão utilizar contas pagas. de qualquer forma, aqui fica a partilha pois como sabemos, hoje a ferramenta não permite contas gratuitas mas a qualquer altura tudo pode mudar.

Mas, para que serve esta aplicação online? Para muitas coisas, mas sobretudo fazer apresentações criativas e muito dinâmicas. A partir de vídeos que carreguemos (ou imagens) ou animações realizadas na própria plataforma, podemos adicionar textos, ligações, questionários, etc, etc, etc… E quase um infindável leque de recursos a incluir para tornar uma apresentação mais interativa e dinâmica.

No final, pode-se publicar tudo online e partilhar… Caso possam e a ferramenta volte a abrir a possibilidade de contas gratuitas, experimentem pois vale a pena.

Em EVT (ou mesmo qualquer outra área do currículo), para apresentações e uma total possibilidade de abordagens a todos os conteúdos e áreas de exploração pois a temática a trabalhar adequa-se à aplicação. Mas sobretudo, as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia e Pintura…


Mash On Creator

O Mash on Creator é uma das ferramentas interessantes a utilizar para em contexto de sala de aula podermos abordar a Banda Desenhada. Não só esta, a primeira, o Mash On Creator mas todas as outras derivadas dela como o Holiday, Spore, etc… 

Depois de criarem um registo de utilizador gratuito (que nem sequer é obrigatório), são guiados, passo-a-passo, na criação de uma banda desenhada. Podem escolher a prancha de BD, as vinhetas, cenários, personagens, balões, etc… A escolha destes elementos está em parte limitada às bibliotecas usadas mas não limitativo pois a profusão de elementos disponíveis é bastante grande.

No momento em que escrevo este artigo, esta ferramenta está temporariamente indisponível pois está em atualizações o que se pode antever para breve uma evolução do que podemos realizar com este recurso. Não temos vídeo tutorial desta ferramenta mas está disponível o seu manual na secção Guias e Manuais do EVTdigital.

Em contexto de EVT podem explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Trabalho, Animação, Desenho, Fotografia e Pintura.

Não se esqueçam de estar atentos e começar a utilizar mal acabe o período de manutenção do espaço.


Draw Plus (Starter Edition) e mais ferramentas gratuitas (SE) da Serif

Já não me recordo se anteriormente vos apresentei aqui no EVTdigital alguma das ferramentas da Serif. Reconheço nesta empresa Inglesa uma forma muito interessante de atuar. É que a Serif vai muito mais além da sua vertente comercial, disponibilizando ferramentas gratuitas de muitas das versões proprietárias que lança. Mas disso falaremos mais adiante. Vamos agora reter-nos numa delas: o Draw Plus (Starter Edition).

O Draw Plus (Starter Edition) é a versão gratuita do software com o mesmo nome, apenas tendo algumas limitações de ferramentas de edição em relação à versão comercial. É um programa de desenho vetorial e ilustração, muito bom, estável e simples de utilizar com muitas potencialidades de trabalho em contexto educativo, em especial nas disciplinas de EVT ou EV.

Tal como no recurso divulgado antes deste, o Draw Plus é mais um software que em contexto de sala de aula pode ser quase potencializado ao limite quando utilizado o quadro interativo. Nada como experimentarem esta versão gratuita. No final deste artigo deixaremos um pequeno vídeo tutorial que encontramos no YouTube e vão perceber facilmente a quantidade de ferramentas que são disponibilizadas e a quase infinidade de opções que temos para pôr em prática certos trabalhos com os nossos alunos. Seja para desenho ou pintura mas também para elaboração de cartazes e muito mais. Aliás, em contexto de EVT (ou até EV ou outras disciplinas) podemos trabalhar as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Medida, Trabalho, Construções, Desenho, Fotografia, Impressão e Pintura.

Mas antes de terminarmos com o vídeo tutorial, o Draw Plus não é a única ferramenta da Serif com versão gratuita (Starter Edition). Há mais, muitas mais, e que podem ser utilizadas em EVT. No sítio da Internet da Serif, na secção Free Downloads encontram ferramentas (softwares) para Paginação (Page Plus), criação de página Web (Web Plus), Photo Plus (para edição e tratamento de imagem), Panorama Plus (para criação de fotografias panorâmicas), Movie Plus (para edição de vídeo)… e ainda o Craft Artist (para digital scrapbooking) e ainda um pacote de templates para websites e outros conteúdos.

Experimentem e fascinem-se…

Aqui fica o vídeo tutorial do Draw Plus SE…


AutoQ3D

Para terminar as publicações de hoje, uma ferramenta de 3D que não é muito complexa de utilizar e que evoluiu bastante nos últimos tempos. Chama-se AutoQ3D é pode ser um bom recurso, pois tal como referimos, até já tem disponíveis versões para iPad e Android (dispositivos móveis, portanto). Mas carregando na ligação acima ou na próxima imagem, acedem ao Sourceforge onde têm as versões primitivas desta aplicação, antes da última revolução.

É um software que podem descarregar livremente do espaço acima, acedendo a “Files”. Mas atualmente existe uma nova versão, como referi. Podem aceder ao novo sítio na Internet AQUI. Nesta nova versão, têm disponíveis versões Trial (para testar) para Windows e Linux (Suse e Ubuntu). Mas há também disponível a versão livre deste programa, para Windows, na AutoQ3D Community, inclusive o código fonte do mesmo pois é distribuído em GNU – General Public Licence. Para acederem a essa nova página e realizarem depois o download, podem carregar na imagem abaixo.

Resta-nos uma pequena explicação e contextualização relativa à sua utilização em sala de aula. Na disciplina de EVT, ou mesmo EV ou até ET, podemos utilizar esta aplicação para desenho 3D (ou mesmo CAD) e as abordagens podem passar pela geometria, construção de sólidos, modelação de objetos, tudo isto aplicado a múltiplos contextos. Nada como experimentar. Quanto a conteúdos e áreas de exploração da EVT, podem focalizar-se nos seguintes: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Medida, Trabalho, Construções, Desenho, Mecanismos e Modelação/Moldagem.

Para terminar, aqui fica um pequeno vídeo tutorial encontrado no Youtube e que, na versão mais antiga desta aplicação faz a construção de uma cadeira.  


Color Wheel Pro (versão trial, com limitações)

Para os amantes do design gráfico e web design, mas também para o simples estudo da cor como pode ser o caso em contexto educativo, temos o Color Wheel Pro, um pequeno software que disponibiliza com limitação de utilização de tempo esta aplicação.

Depois de instalada, têm acesso a paletas de cores, harmonias, códigos de cores, esquemas de cores, etc… Um bom recurso, ainda que por tempo limitado, mas que pode dar muito jeito para alguns trabalhos em contexto de EVT para explorar o conteúdos Luz/Cor.


Hyper-Engine-AV

Para os utilizadores de sistemas operativos OS x (Mac) aqui está uma ferramenta alternativa a outras pagas e que serve para edição de vídeo. Chama-se Hyper-Engine-AV e pode ser uma boa escolha e opção para quem, nas escolas (e não só…) utilizar este sistema operativo.   

Podem constatar, depois de instalar o programa, que é muito simples de utilizar e muito semelhante a outras aplicações no mesmo âmbito. Nada como testar (caso tenham um Mac)… pois até nem temos vídeo tutorial.

Uma boa opção para em EVT explorarem áreas e conteúdos como: Comunicação, Estrutura, Movimento, Trabalho, Animação e Fotografia.


Hybrid Moment (e outras experiências de Rafaël Rozendaal)

E para terminar as publicações do EVTdigital no dia de hoje, nada como uma ferramenta absolutamente diferente, a apelar aos sentidos e muito interessante visual e graficamente. Chama-se Hybrid Moment 

O que é curioso é que nada produzem com esta aplicação online. Apenas visualizam e interagem com o curso do rato, aproximando-o ou afastando-o do centro para que o ritmo e velocidade das transições aumente ou diminua. Algo absolutamente diferente como podem ver na imagem abaixo e, melhor do que a imagem é visitarem o espaço. 

Mas no sítio da Internet do autor Rafaël Rozendaal, podem encontram muitas mais ferramentas similares e que podem ser interessantes visualizar e analisar em EVT. São algumas dezenas que depois de entrarem no sítio, podem explorar na barra que funciona como um menu que existe horizontalmente no topo da página.

Deliciem-se, espantem-se mas não se detenham por muito tempo pois algumas até podem hipnotizar e, professores, ATENÇÃO pois algumas destas ferramentas como é o caso do Hybrid Moment não são recomendadas para crianças ou adultos com EPILEPSIA.

Em EVT são vários os conteúdos e áreas de exploração que podem ser trabalhadas e analisadas como: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Movimento e Animação.


4D Blue

E eis que apresentamos mais um software gratuito, na sua versão pre-Alpha. Chama-se 4D Blue e, como é indicado no próprio espaço da Internet, é um programa de modelação, animação e renderização com qualidade de renderização foto realística.

Apesar das indicações dadas anteriormente, parece-nos que o projeto nasceu em 2004 e deve ter sido abandonado já em 2006. Mas isso é mera suposição nossa. É uma aplicação que exige algum treino de adaptação mas que pode ser útil se desenvolverem projetos nesta área, até para criação de ilusões óticas.

No espaço do software na Internet, podem descarregar na secção Tutorials alguns exemplos que podem descarregar e depois perceber como funcionam no programa e, caso queiram, modificá-los. Antes de terminar, faço-vos uma outra sugestão: passem pela Galeria onde podem encontrar bastantes trabalhos produzidos com recurso a este software.

Em contexto de EVT, uma opção bastante válida para trabalharem os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia, Modelação/Moldagem e Pintura.