Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT


Category Archive

The following is a list of all entries from the Software Livre category.

MUAN (software para animação) – DIA 28 outubro (Dia Mundial da Animação)

Quem me conhece sabe a minha paixão pelo Cinema de Animação. E nada melhor do que comemorarem o DIA MUNDIAL DA ANIMAÇÃO, que é já no próximo domingo, dia 28 de outubro, com a divulgação de uma ferramenta digital, um software fantástico!

Este programa já aqui foi divulgado. Chama-se MUAN e surgiu pela mão do Anima Mundi, do Brasil, num claro investimento que fizeram no apoio às escolas Brasileiras (o software é brasileiro) aquando do próprio investimento que o Brasil fez no software livre nas escolas.

Esta versão existia apenas para sistemas operativos Linux. Sim, existia. No fim de semana passado, numa pequena pesquisa que fiz, vim a descobrir que agora existe o MUAN para Linux, mas também para Windows e Mac! Querem melhor?

Pois bem, como o Dia Mundial da Animação este ano é um domingo, deixo-vos um repto: instalem o MUAN nos vossos computadores e experimentem fazer uma pequena animação com os vossos filhos!… Ah… e se não tiverem filhos, com os primos, afilhados, sobrinhos… E eu até arrisco a dizer que até os avós iam gostar 😉 Uma forma diferente e muito bonito de passarem um bom domingo, bem animado!…

Para descarregarem o MUAN, basta carregarem na imagem abaixo e irão aceder à página para download, bastando depois escolher o sistema operativo.

Boas animações! Feliz Dia Mundial da Animação!

EVTdigital | JAR

 

Anúncios

Tux Paint

Para a última divulgação de hoje no EVTdigital, deixei a apresentação de um software livre, que pode ser instalado em computadores com sistemas operativos Windows, Mac ou Linux. Poderão achar estranho escolher esta ferramenta, mas mais adiante vou explicar a razão. É o muito conhecido pelos mais pequenos como o Tux Paint. 

Decidi incluir o Tux Paint neste estudo e aqui nas divulgações do EVTdigital pois este programa é muito conhecido pelos mais pequenos, principalmente pela utilização que faziam do mesmo no computador Magalhães. O Tux Paint é um programa de desenho e pintura que oferece uma vasta gama de ferramentas para os alunos criarem os seus trabalhos. Muito simples de utilizar, tem também “carimbos” que em alguns casos facilitam o trabalho. Naturalmente que pode ser limitado usar este programa em EVT, principalmente se os alunos não evoluírem e passarem para níveis de complexidade maiores. No entanto, decidi que ela seria importante estar presente, principalmente porque pode fazer, no início de um 5º ano, a ponte entre as aplicações que os alunos mais usavam no 1º ciclo e podem depois, em EVT, passar a usar e que são ferramentas com maior potencial e que dão maior liberdade de criação. Eis a razão. No entanto, em EVT, pode explorar as seguintes áreas e conteúdos: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor,Material, Trabalho, Construções, Desenho e Pintura.

E aqui fica um pequeno vídeo tutorial que encontrei no Youtube.


Geogebra

Infelizmente é comum ouvirmos os alunos dizer que não gostam muito do conteúdos geometria, em EVT (e não só, Matemática também). Mas, de que forma poder tornar o estudo da Geometria mais cativante e motivador? Este é um dos casos, utilizando-se um software como por exemplo o Geogebra. Há outras formas, claro. Por exemplo, no meu caso pessoal, gosto sempre de fazer a abordagem da Geometria integrada com os princípios de animação de imagens e à construção de brinquedos óticos.

O Geogebra é um programa muito conhecido na área da Matemática. Certamente muitos colegas desta disciplina o conhecem. E pode dizer-se que é até muito utilizado para níveis bem avançados mas, como tudo, podemos em EVT trabalhar as noções simples de Geometria adaptadas ao 5º e 6º anos. Conhecedores do programa que temos, a Geometria pode ser trabalhada de forma muito dinâmica com este programa, sendo ainda mais potenciada com a utilização do quadro interativo.

Para EVT, podemos trabalhar as formas e construções geométricas, por exemplo… A abordagem do conteúdos Geometria é evidente mas outros como a Forma ou Medida também podem estar presentes tal como a área de exploração de Desenho e Construções.

Terminamos deixando-vos aqui um pequeno vídeo tutorial que encontramos no Youtube, em Português, e no qual podem ver como é simples construir uma figura geométrica neste programa e de que forma podemos tirar partido de todas as suas potencialidades.

Ah! Não esquecer que este é um programa gratuito mas que pode ser copiado e distribuído sem problemas logo que não seja para fins comerciais, tal como se pode ver na licença disponível no sítio da Internet.


Scratch

Conhecem o Scratch? O lema deste programa é… programar de forma divertida para que, crianças de tenra idade possam programar de forma simples, através deste software desenvolvido pelo MIT. Aliás, em Portugal, através da ESE de Santarém desenvolve-se um trabalho muito interessante e que pode ser visto NESTA PÁGINA.

Uma das vantagens deste programa é ele estar em Português e, a outra, é que os alunos podem iniciar-se em linguagens de programação mas de forma muito simples, intuitiva e simples. Os trabalhos podem ser desde coisas muito simples a trabalhos mais complexos. Na página deste programa podem ver alguns desses exemplos. No caso da página que vos indicámos, podem lá encontrar trabalhos realizados por alunos de escolas portuguesas, em alguns casos do 1º ciclo e ainda ter acesso a alguns manuais úteis.

Para além daquilo que este programa pode despertar nos mais novos, por exemplo, em contexto de EVT podemos fazer pequenas animações a partir de cenários e personagens que tenhamos criado. Ora, um desses exemplos foi mesmo o que encontramos no Youtube e partilhamos convosco, servindo também de  pequenos vídeo tutorial.

Terminamos referindo que em contexto da disciplina de EVT podem ser trabalhadas as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho e Pintura.



Avimator (agora é QAvimator)

O QAvimator, decorrente do projeto Avimator, é um software livre, open source, para a criação de modelos e personagens 3D para utilização no Second Life (ou não…). 

Com uma interface simples de usar e perceber, apenas requerendo algum treino e destreza, podemos criar as nossas personagens 3D para utilizar no Second Life. Mas, como a idade não o permite em utilização no Second Life, para crianças do 2º ciclo, em EVT, nada como aprender a criar personagens neste programas livre. Muito interessante para poderem analisar o corpo humano, a representação do corpo humano, como vestir a pessoa e muitas outras características a ser trabalhadas.

Resta dizer que é um programa livre e que tem disponíveis versões para Windows, Mac e Linux, podendo-se, entre outros, trabalhar as seguintes áreas de exploração e conteúdos da EVT: Estrutura, Forma, Material, Trabalho, Construções, Desenho, Modelação/Moldagem e Vestuário.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial encontrado no YouTube.


OGRE

Para terminar as publicações de hoje aqui no EVTdigital, aqui vai a divulgação do OGRE. Este é um software livre que podem descarregar AQUI e que serve para modelação 3D, disponível desde 2001.

Está disponível para sistemas operativos Mac, Windows e Linux e é uma boa opção para quem se quiser iniciar neste tipo de ferramentas. Como a instalação em Windows (supomos que possa ser a maioria dos utilizadores) pode não ser simples, disponibilizámos no final deste artigo um pequeno tutorial de instalação que encontrámos no Youtube.

A manipulação das ferramentas essenciais, as galerias de personagens já existente e que podemos aproveitar e adaptar, podem ser um bom mote para em contexto de EVT explorarmos as seguintes áreas e conteúdos: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Trabalho, Construções, Desenho e Modelação/Moldagem.

Esta é apenas mais uma das muitas opções dentro da área de modelação 3D que já deixámos aqui no EVTdigital.

A analisar e, quem quiser desvendar um pouco, no final do vídeo tutorial apresenta-se a ferramenta e, uma ajuda para quem quiser instalar em Windows…


AutoQ3D

Para terminar as publicações de hoje, uma ferramenta de 3D que não é muito complexa de utilizar e que evoluiu bastante nos últimos tempos. Chama-se AutoQ3D é pode ser um bom recurso, pois tal como referimos, até já tem disponíveis versões para iPad e Android (dispositivos móveis, portanto). Mas carregando na ligação acima ou na próxima imagem, acedem ao Sourceforge onde têm as versões primitivas desta aplicação, antes da última revolução.

É um software que podem descarregar livremente do espaço acima, acedendo a “Files”. Mas atualmente existe uma nova versão, como referi. Podem aceder ao novo sítio na Internet AQUI. Nesta nova versão, têm disponíveis versões Trial (para testar) para Windows e Linux (Suse e Ubuntu). Mas há também disponível a versão livre deste programa, para Windows, na AutoQ3D Community, inclusive o código fonte do mesmo pois é distribuído em GNU – General Public Licence. Para acederem a essa nova página e realizarem depois o download, podem carregar na imagem abaixo.

Resta-nos uma pequena explicação e contextualização relativa à sua utilização em sala de aula. Na disciplina de EVT, ou mesmo EV ou até ET, podemos utilizar esta aplicação para desenho 3D (ou mesmo CAD) e as abordagens podem passar pela geometria, construção de sólidos, modelação de objetos, tudo isto aplicado a múltiplos contextos. Nada como experimentar. Quanto a conteúdos e áreas de exploração da EVT, podem focalizar-se nos seguintes: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Medida, Trabalho, Construções, Desenho, Mecanismos e Modelação/Moldagem.

Para terminar, aqui fica um pequeno vídeo tutorial encontrado no Youtube e que, na versão mais antiga desta aplicação faz a construção de uma cadeira.  


Hyper-Engine-AV

Para os utilizadores de sistemas operativos OS x (Mac) aqui está uma ferramenta alternativa a outras pagas e que serve para edição de vídeo. Chama-se Hyper-Engine-AV e pode ser uma boa escolha e opção para quem, nas escolas (e não só…) utilizar este sistema operativo.   

Podem constatar, depois de instalar o programa, que é muito simples de utilizar e muito semelhante a outras aplicações no mesmo âmbito. Nada como testar (caso tenham um Mac)… pois até nem temos vídeo tutorial.

Uma boa opção para em EVT explorarem áreas e conteúdos como: Comunicação, Estrutura, Movimento, Trabalho, Animação e Fotografia.


Auto Trace

Para uma melhor qualidade das imagens, é normal converter-se, principalmente para produção de trabalhos de grande qualidade visual e gráfica (cartazes, outdors e outros), as imagens de Bitmap para Vetorial. Um programa livre para o efeito é o AutoTrace, com versões para Linux e Windows.

Para experimentarem a diferença, abram uma imagem e ampliem-na muitas vezes. Pode simplesmente ser um círculo pintado a preto. Se a imagem estiver em Bitmap vão notar que na sua parte de contorno a imagem aparece, como é costume dizer-se, muito pixilizada. Noutras palavras, notam-se os pequenos quadrados de cor que compõem a imagem. Ora, no caso de uma imagem vetorial isso já não acontece. A vectorização das imagens vai fazer com que possamos ampliar muitas vezes a original sem que se perca qualidade. Pois isto, como percebem, é fundamental para um cartaz ou outdoor de grandes dimensões.

Este pequeno (mas muito útil) software livre faz isso mesmo. Escolhem uma imagem e depois convertem-na em formato vetorial. Nada como instalarem e verem com os próprios olhos as diferenças.

Não há vídeo tutorial mas é muito simples de trabalhar, vão notar…

Para EVT, uma boa possibilidade para explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Luz-Cor, Forma e Fotografia.


InkScape

 E para terminar as apresentações de hoje, a divulgação de mais um software livre, no caso, um dos que devem conhecer. É para desenho vetorial e chama-se Inkscape.

 

 Para desenho vetorial existem, de facto, muitas alternativas no mercado. Pois é, mercado… Corel, Adobe e outras, são todas software proprietário e muitas vezes bem pago. Assim, para as nossas escolas, nada melhor que poupar no orçamento e utilizar o Inkscape. Tem a vantagem de poderem descarregar a versão em Português para Windows ou Linus (sendo que também funciona em Mac, com alguma prática – devem ver o link para perceber como os utilizadores de Mac podem usar o Inkscape).

É um programa de código aberto, livre, que nos permite em EVT explorar vários tipos de desenho (e pintura), podendo-se realizar cartazes, desdobráveis, logótipos e uma quase infindável tipologia de atividades. Podemos explorar áreas e conteúdos da EVT (e EV, por exemplo) como: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Medida, Trabalho, Construções, Desenho, Fotografia, Pintura e Impressão.

 Aqui fica um vídeo tutorial, em Português (do Brasil), entre os muitos que podem encontrar no Youtube. E não se esqueçam: este é um software livre!…


Scribus

Iniciamos as nossas divulgações de hoje no EVTdigital com mais um software livre. No caso, o Scribus, um programa livre que podem instalar nos vossos computadores quer eles tenham sistemas operativos Windows, Mac ou Linux.

Mas, para que finalidade serve o Scribus? O Scribus é um programa para paginação. Caso pretendam podem fazer o download da versão em Português e irão ver que este programa serve para fazer paginação. Seja de um desdobrável, brochura, livro ou mesmo um jornal (escolar, por exemplo) este é um poderoso software para realizarem esse tipo de trabalhos. Uma maravilhosa alternativa a outros programas proprietários extremamente caros. Se utilizarem a versão em Português irão poder constatar que ainda mais fácil se torna trabalhar com este programa. As potencialidades e funcionalidades são muitas e quase sempre há uma solução que se encontra e resolve com este programa. Como dissemos, este programa é para vários sistemas operativos e, ainda melhor, tem uma versão Portable, ou seja, pode descarregar essa versão e colocá-la numa pen sem que tenham necessidade de instalar o programa o que pode ser outra vantagem.

Uma boa opção e alternativa a outras excessivamente caras. Em EVT (e também EV) podem trabalhar os seguintes conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Trabalho.

No Youtube encontrámos 8 vídeos tutoriais, em Inglês, que são muito interessantes para quem esteja interessado em aprender um pouco mais e utilizar este programa. Aqui ficam as ligações para os mesmos.

Scribus – Tutorial – Parte 1 – http://www.youtube.com/watch?v=3sEoYZGABQM

Scribus – Tutorial – Parte 2 – http://www.youtube.com/watch?v=WQRCgGPxtJ0

Scribus – Tutorial – Parte 3 – http://www.youtube.com/watch?v=0bj-WMtkQQQ

Scribus – Tutorial – Parte 4 – http://www.youtube.com/watch?v=3AHqQIdlMqM

Scribus – Tutorial – Parte 5 – http://www.youtube.com/watch?v=8si0fZDBZxc

Scribus – Tutorial – Parte 6 – http://www.youtube.com/watch?v=QNlBC3-dlqg

Scribus – Tutorial – Parte 7 – http://www.youtube.com/watch?v=6uu-68I43rc

Scribus – Tutorial – Parte 8 – http://www.youtube.com/watch?v=ldkovG5Via4

Explorem e vejam as potencialidades! E a principal: é mais que gratuito… é software LIVRE!…


Blender

Acabado de divulgar aqui no EVTdigital o Arbaro e de nesse artigo ter falado no Blender, nada melhor do que apresentar-vos, desde já, o Blender. Este programa, um software livre para vários sistemas operativos como Windows, Mac e Linux, serve para modelação e animação 3D.

Tal com foi referido no post/artigo em que falámos do Arbaro, o Blender não é, de todo, um software simples de trabalhar com crianças de 10 ou 12 anos de idade, em contexto de EVT. Mas deixamos aqui a sugestão de aproveitarem o Arbaro para criar árvores e depois trabalharem-nas aqui no Blender. Já no capítulo de realizar animações, aí sim, é mais complexo. Deixemos isso, talvez, para um 3º ciclo na disciplina de EV ou mesmo no ensino secundário ou cursos profissionais de multimédia. Mas no caso de EVT, até para explorações simples de geometria e visualização no espaço é uma excelente ferramenta.

Convém ainda dizer que em contexto de EVT podem ser trabalhados os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho e Modelação/Moldagem.

No final deste artigo não vos vamos deixar vídeos tutoriais. Existe um utilizador do Youtube que, em Português (do Brasil), explica em 6 tutoriais simples, como trabalhar com o Blender. Para acederem (e verem) a esses tutoriais podem carregar abaixo:

Tutorial Blender parte 1 – http://www.youtube.com/watch?v=a8lMTQK9mgs

Tutorial Blender parte 2 – http://www.youtube.com/watch?v=scNXwKTOFek

Tutorial Blender parte 3 – http://www.youtube.com/watch?v=P7MmRzbSBFQ

Tutorial Blender parte 4 – http://www.youtube.com/watch?v=HSklyvstIUc

Tutorial Blender parte 5 – http://www.youtube.com/watch?v=3AZb6kbUzvA

Tutorial Blender parte 6 – http://www.youtube.com/watch?v=j8kWB-OkmR0

Finalmente, acabamos este post/artigo com uma proposta para vocês. A conhecida Blender Foundation produz filmes de animação realizados no conceito Open Movie Project. Nada mais, nada menos que a produção de filmes de animação 3D em que os seus realizadores disponibilizam os ficheiros dos filmes para todos quantos queiram perceber como foram realizados. Essa pode ser uma excelente dica. Aproveitem para ver duas dessas produções nos filmes que aqui deixamos. O primeiro, Elephants Dream, realizado em 2006 e com 10 minutos e o segundo, Sintel, realizado em 2010, com 15 minutos. Deliciem-se e vejam o que se pode fazer com este software. Que é livre, diga-se, sem necessidade de comprarem softwares similares, proprietários e muito, muito caros…

Aqui ficam os filmes… e caso queiram, em www.sintel.org e www.elephantsdream.org encontram tudo o que queiram saber mais sobre os mesmos.

Mas… do Elephants Dream não posso deixar de vos sugerir que vejam o Making of do filme. São quase 30 minutos mas, muito “deliciosos”…


Arbaro

E quem se recorda de um pequeno livro (só em tamanho) de Bruno Munari que ensinava como desenhar uma árvore? Por acaso ainda o tenho, numa edição muito antiga. Esse e outros dois “Como desenhar o Sol” e “Como desenhar uma casa”. Mas, qual a razão para falar em árvores? Pois é, este software que agora apresento chama-se Arbaro e permite aos utilizadores criarem árvores.

Temos que referir, mais uma vez, que este software é um programa livre, multiplataforma (corre em Windows, Mac e Linux) pois está construído em Java, nem necessitando de instalação para além do necessário Java Runtime qa partida, os vossos computadores já devem ter. Este software foi o desenvolvimento feito por Jason Weber e Joseph Penn que criaram um algoritmo para a criação e renderização de árvores de forma realística.

Depois de descarregado o software do espaço sourceforge (carreguem AQUI para descarregar o programa Arbaro), podem iniciar a criação das vossas árvores, começando por definir que tipo de árvore é. As várias definições e aquilo que de diferente pode ter a árvore está no menu à esquerda e acaba por ser o algoritmo criado (as variáveis).

MAS… Ainda melhor… No final do trabalho realizado, as nossas árvores podem ser exportadas como objetos. Esses mesmo objetos podem depois ser importados num programa de 3D como por exemplo o BLENDER (que brevemente iremos divulgar). Depois de exportado o trabalho no Arbaro, abre-se o Blender e aí importa-se o objeto (a nossa árvore). Depois é extremamente simples mudar e aplicar as cores, texturas, etc…

Parece difícil mas garanto-vos que não. É extremamente fácil. experimentem colocar os vossos alunos do 6º ano, em EVT a trabalhar com estes programas e verão o que surge!!!… Uma boa e agradável surpresa.

Para EVT, um excelente recurso para aplicar aos seguintes conteúdos e áreas de exploração: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Material, Medida, Trabalho, Construções e Desenho.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial, que é OBRIGATÓRIO VER pois está em Português (do Brasil); explica muito bem o funcionamento do programa; explica como depois exportar e importar o trabalho no Blender; e apenas gastam 6 minutos.

Espero que gostem… e que explorem!


Gimp e Gimp Paint Studio

Há programas que dispensam grandes apresentações. Não dispensam pelo facto de serem ferramentas muito conhecidas e conceituadas (não é porque não sejam de grande interesse, muito pelo contrário). Um desses softwares (livre, por sinal) chama-se Gimp e permite o trabalho de edição e tratamento de imagem.

Para quem já conhece, sabe perfeitamente que este programa é uma referência e uma das principais alternativas a softwares muito caros e proprietários. Com o Gimp, para edição e tratamento de imagem podemos fazer quase tudo, acrescendo o facto de, enquanto software livre, podermos beneficiar de uma grande comunidade que desenvolve este software e, ainda mais, lhe vai acrescentando novas ferramentas e funcionalidades.

A experimentar, sem dúvida. Para isso, só “um cheirinho”, vejam um tutorial vídeo no final deste artigo, tutorial esse que é apenas um entre os os muitos que encontrámos no Youtube. Optámos por este pois explica os conceitos básicos e faz uma introdução ao Gimp.

Mas, e se ao Gimp juntássemos uma ferramenta para desenho e pintura? Bem, já devem ter percebido que muitas das ferramentas que referenciámos para edição de imagem também podem servir para desenho e pintura. Mas neste caso concreto, há mesmo muito mais… A comunidade Gimp criou o Gimp Paint Studio!…

Se carregarem na ligação através do nome ou na imagem anterior, serão remetidos para o sítio do Gimp Paint Studio. É la que podem descarregar uma série de vídeos tutoriais e, inclusivamente, um manual em Português, muito simples, com 24 páginas. É verdadeiramente fantástico o que esta comunidade fez e o que se pode desenvolver em colaboração com todos, num princípio de código-aberto.

Experimentem e fascinem-se. Ao acederem ao espaço do Gimp Paint Studio basta acederem ao separador de instalação (Installation) e basta seguir as instruções para instalar este software (Gimp com Gimp Paint Studio) em conputadores com sistema operativo Windows ou Linux.

Já agora, aproveitem para ver o vídeo tutorial mesmo no final deste artigo…

E já agora, divirtam-se, que no caso de EVT pode dar para explorações de áreas e conteúdos como: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia, Impressão e Pintura.


Your Fonts (e que tal também o FontForge?)

Uma das atividades preferidas dos nossos alunos é a criação de tipos de letra. Quase que como um jogo, a criação de uma letra e a partir daí, conseguir uma coerência para um tipo é fundamental.

A Internet tem destas coisas. Antes de vos apresentar a ferramenta que pretendo e que se chama YourFonts, vou contar-vos a história curiosa da mesma. Quando o YourFonts foi criado, foi um sucesso. Permitia imprimir uma matriz e, qualquer utilizador criava (desenhava) a sua fonte, digitalizava-a e posteriormente carregava-a na aplicação online e, em poucos minutos, podia visualizar o seu tipo de letra e descarregava-o para o utilizar no seu computador.

O que é certo é que esta funcionalidade apenas estava disponível, se bem me recordo, até um total de 150.000 ou 180.000 fontes descarregadas. Pois bem, parece muito mas, com uma ferramenta simples de utilizar e com estas potencialidades até é bem pouco. O que é certo é que ao fim de alguns meses este serviço deixou de ser gratuito. Aliás, é gratuito mas para descarregar a fonte é preciso pagar. Logo surgiu uma ferramenta similar e que já divulgámos chamada Fontcapture. Era inteiramente gratuita mas, num instante, a YourFonts acabou por comprar esta última para monopolizar. Acredito que mais cedo do que tarde surjam novas ferramentas idênticas e gratuitas.

Mas, o que permite o Youfonts? Permite descarregar uma matriz tipográfica onde posteriormente podemos criar o nosso “tipo””gráfico” e depois visualizar o mesmo. Neste momento, quem quiser descarregar essa fonte terá que pagar.

De qualquer forma existem outras alternativas como o FontForge que é um software livre que nos permite criar a nossa fonte vectorial. Em suporte digital e, por exemplo, com recurso ao quadro interativo éuma boa ajuda para criar fontes ou então alterar outras que já tenhamos instaladas no computador.

Para experimentarem pois vale bem a pena. Antes de terminarmos com vídeos tutoriais do YourFonts e FontForge, podemos dizer que em contexto de EVT, com estas ferramentas podemos trabalhar os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Medida, Construções, Desenho e Impressão.

E, aqui ficam os vídeos tutoriais…

E no caso do FonrForge, no seguinte vídeo tutorial ainda podem analisar uma outra ferramenta chamada Glyphtracer.


FrameByFrame

Este artigo do EVTdigital é dedicado aos amantes da animação e cinema de animação e também exclusivo aos utilizadores de Mac. O EVTdigital, para além de ferramentas da web e web 2.0, salienta e estimula a partilha de ferramentas baseadas em software livre e/ou gratuito e, no caso, para vários sistemas operativos. O software livre (sim, livre, pois dá-nos acesso ao código-fonte) que agora apresentamos chama-se FrameByFrame e é uma aplicação, como o próprio nome indica, para captura de imagens, fotograma a fotograma, para criação de filmes de animação.

Depois de descarregado e instalado este software, irão perceber como é simples trabalhar com ele. Uma interface extremamente simples de utilizar, sem complicações, que um alunos do 1º ciclo do ensino básico poderia explorar facilmente. Depois de escolhida a técnica de animação e tudo preparado, com a câmara ligada ao computador (webcam ou outra compatível), basta carregar no botão para capturar cada imagem. No final, podemos exportar o trabalho como vídeo ou guardar todas as imagens para posterior edição num outro programa.

Para utilizadores de Mac e para trabalhar com os nossos alunos, uma verdadeira maravilha. Em EVT, diretamente, podemos indexar esta ferramenta ao conteúdo Movimento e à área de Exploração de Animação mas, naturalmente que consoante a técnica de animação a utilizar podem ser exploradas muitas outras áreas e conteúdos desta disciplina.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial que encontrámos no Youtube e vos apresentamos.


O EVTux já está disponível para download

Minhas amigas e meus amigos!

Este artigo serve para vos alertar que depois da apresentação oficial, já está disponível para download o EVTux. O EVTux é uma distribuição de Linux que tem por base o trabalho de investigação que desenvolvemos sobre a integração de ferramentas digitais na disciplina de Educação Visual e Tecnológica. Após quinze meses de estudo e desenvolvimento do projeto, recensearam-se quase quatrocentas ferramentas digitais passíveis de integração em contexto de Educação Visual e Tecnológica. O EVTux tem pré instaladas todas as aplicações para Linux bem como integradas no browser as ferramentas digitais que não necessitam de instalação e correm diretamente a partir da Web, para além dos mais de trezentos manuais de apoio à utilização dessas ferramentas.


Para conhecer melhor o EVTux e para começarem desde já a explorar, podem aceder ao BLOGUE DO EVTUX e, MUITO IMPORTANTE, devem começar por VER E LER o MANUAL, na seção respetiva. É muito importante, mesmo FUNDAMENTAL fazerem isso. Não se esqueçam de ver todas as secções do blogue e também fazer um GOSTO na página do EVTux no Facebook. também temos conta no Twitter.

. . . . .

ESPAÇOS do EVTux – Blogue, Facebook e Twitter

Blogue: http://evtux.wordpress.com/
Facebook: http://www.facebook.com/EVTux
Twitter: http://twitter.com/EVTux

. . . . .


Kdenlive (editor vídeo open source para Linux)

Durante muito tempo foi comum ouvir falar em dois editores vídeo. Quem é utilizador pouco avançado fala no Movie Maker. Sinceramente, não gosto. Outros falam no Adobe Premiere. Sim, esse é bom mas (há sempre um mas), muito caro e pesado. Pois bem, têm aqui uma excelente opção alternativa. Com a condicionante que se têm que converter ao Linux. Chama-se Kdenlive e corre em sistemas operativos Linux. Já estará pré-instalado no EVTux e aconselho sinceramente.

 

É um software robusto e que, para quem está habituado na edição em premiere se acostuma facilmente. Com a vantagem de correr em Linux e a velocidade de processamento e até renders se fazerem com mais rapidez.

Experimentem. Em EVT, como em muitas situações realizamos pequenos vídeos com os alunos ou até para a edição de uma animação previamente realizada, a sua utilização é quase transversal. De qualquer forma, antes do vídeo do costumo a mostrar a ferramenta, as minhas sugestões de utilização em EVT vão para os seguintes conteúdos/áreas: Comunicação, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação, Fotografia.

E aqui está, um vídeo a mostrar o Kdenlive.


Tupí (Software livre para Animação 2D)

Esta é uma das minhas mais recentes descobertas. Um software de Animação 2D que foi baseado no K-toon que já aqui divulgámos anteriormente. Este novo software, open source, para Linux, chama-se Tupí e é baseado no referido anteriormente, se bem que alguns especialistas dizem até ser melhor pois tem mais funcionalidades, incluindo uma que é fantástica que é o MODO DE ANIMAÇÃO MULTIARTISTICA… Quer isto dizer que podemos fazer projectos bastante robustos e pormenorizados com este Tupí. Que ainda acresce outro factor: é Brasileiro e já está em Português!

O Tupí é mesmo uma excelente escolha para quem quer fazer animação 2D com os alunos. Ainda para mais, com a potencialidade de realizar projectos multiartista, em vários computadores, colaborativamente. Uma excelente opção também para ser explorado com recurso aos quadros interactivos. Convém é não esquecer que pelo menos, para já, apenas há disponíveis versões para distribuições Linux. Mas… como os autores referem, até se lhes oferecerem um computador, até fazem versão para windows!

Há mesmo que experimentar, até no próprio EVTux que sairá em breve.

Em contexto de EVT, uma excelente ferramenta para abordar os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Comunicação, Forma, Movimento, Trabalho, Animação, Desenho, Pintura. Naturalmente que existem outras que não ficam de fora ou eliminadas. Depende sempre, tal como é nosso apanágio referir, dos contextos de aprendizagem que se criem.

Para terminar, resta dizer-vos que no portal do Tupí existe uma secção com vários vídeos tutoriais. Para acederem a todos os tutoriais vídeo e exemplo, basta carregar AQUI.

De qualquer forma, deixo aqui um vídeo tutorial e outro a apresentar a opção de multiartista.

Para iniciar este ano lectivo 2011/2012, nada melhor que muitas e boas animações!


Flash LipSync

Para os amantes do cinema de animação, aqui está uma ferramenta bastante útil. Naturalmente que devem saber que numa animação com diálogos, é fundamental o perfeito sincronismo áudio com os gestos da boca/lábios dos personagens. Surge assim o Flash LipSync, um pequeno software que nos ajuda nesta tarefa.

 

Outra vantagem é o programa ser extremamente leve e correr em Flash e, ainda melhor, é Open Source desde Abril de 2006.

Apesar de não existir vídeo tutorial, é extremamente simples de utilizar e já conta com manual aqui no espaço do EVTdigital. Em contexto de EVT, uma excelente ferramenta para utilizar em projectos de Animação.