Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT


MUAN (software para animação) – DIA 28 outubro (Dia Mundial da Animação)

Quem me conhece sabe a minha paixão pelo Cinema de Animação. E nada melhor do que comemorarem o DIA MUNDIAL DA ANIMAÇÃO, que é já no próximo domingo, dia 28 de outubro, com a divulgação de uma ferramenta digital, um software fantástico!

Este programa já aqui foi divulgado. Chama-se MUAN e surgiu pela mão do Anima Mundi, do Brasil, num claro investimento que fizeram no apoio às escolas Brasileiras (o software é brasileiro) aquando do próprio investimento que o Brasil fez no software livre nas escolas.

Esta versão existia apenas para sistemas operativos Linux. Sim, existia. No fim de semana passado, numa pequena pesquisa que fiz, vim a descobrir que agora existe o MUAN para Linux, mas também para Windows e Mac! Querem melhor?

Pois bem, como o Dia Mundial da Animação este ano é um domingo, deixo-vos um repto: instalem o MUAN nos vossos computadores e experimentem fazer uma pequena animação com os vossos filhos!… Ah… e se não tiverem filhos, com os primos, afilhados, sobrinhos… E eu até arrisco a dizer que até os avós iam gostar 😉 Uma forma diferente e muito bonito de passarem um bom domingo, bem animado!…

Para descarregarem o MUAN, basta carregarem na imagem abaixo e irão aceder à página para download, bastando depois escolher o sistema operativo.

Boas animações! Feliz Dia Mundial da Animação!

EVTdigital | JAR

 


Paper Folding for Pop-Up (de Miyuki Yoshida)

Este é o último post/artigo do EVTdigital? Não, não será certamente o último mas… é o que finaliza a divulgação das ferramentas digitais no âmbito deste estudo. E nada melhor do que partilhar convosco um recurso que não é digital, tal como no artigo anterior. É um recurso em papel, uma das minhas paixões: os Pop-Up books. Chama-se Paper Folding for Pop-Up e é de Miyuki Yoshida.

Em contexto de EVT (de EV e até ET) a exploração deste tipo de livros, muitos deles com mecanismos engenhosos e que o seu manuseamento e posterior análise por parte dos alunos faz-lhes despertar a curiosidade e a motivação para eles mesmos criarem os seus livros pop-up, ou mesmo que não sejam livros, postais… Mas podem ser brinquedos com mecanismos entre outros.

Tal como sempre referi (e defendi), acredito que é pela utilização articulada e sensata entre os recursos digitais e os “tradicionais”, como este, em papel, que os alunos conseguem uma aprendizagem mais rica, diversificada, e verdadeiramente significativa.

Anteriormente já tinha aqui divulgado os 5 livros pop-up de David A. Carter, para mim, dos mais fabulosos que existem. Divulguei também o espaço na Internet de Robert Sabuda, outro dos gurus da área. Chega agora a vez de Miyuki Yoshida e este livro que descobri recentemente e que é verdadeiramente fabuloso. No momento em que vos escrevo, ainda não o tenho. está encomendado e espero que daqui a uma semana ele chegue para me poder deliciar com ele… Enquanto não chega, partilho aqui convosco algumas das suas páginas num dos blogues que visitei e do qual retirei estas imagens e que infelizmente não guardei aqui a fonte para a publicar mas sei que era um blogue em Espanhol. Não podia deixar de partilhar convosco…  


DISNEY MOVING PICTURE MACHINE

A divulgação de ferramentas digitais está mesmo a acabar, aqui no EVTdigital. Mas como sempre disse e defendi, deve sempre haver a articulação dos vários recursos e suportes em contexto educativo, nomeadamente em EVT (ou qualquer outra área). Aqui apresento um desses recursos, uma das minhas paixões que é o cinema de animação, os brinquedos óticos e os princípios de animação de imagens. Chama-se DISNEY MOVING PICTURE MACHINE e vou já contar-vos a história do mesmo e para que serve.

(créditos da imagem: NAVA Design)

Este brinquedo, sim brinquedo, podemos chamar-lhe assim pois é um brinquedo ótico tem uma história longa e curiosa. O original do qual podem agora ter uma réplica, surgiu em força no mercado em 1938, depois da primeira aparição em 1935. Todos sabem que hoje em dia, muitas marcas, sejam cereais, detergentes e outros, por vezes oferecem brinquedos para os mais novos. Há muito anos, ainda me recordo, ofereciam espirógrafos e outros brinquedos educativos. Ora este Moving Picture Machine surge distribuído em 1938 através da parceria entre a Disney (por Walt Disney) e a Pepsodente Co. (sim, a das pastas de dentes).

Uma oferta que chegou assim a muitas e muitas pessoas e assim despertou a curiosidade pelo cinema de animação em particular mas também ao cinema no geral.

Agora, no site da Disney, numa produção da NAVA Design, são disponibilizados os planos para serem impressos (convém ser em cartolina ou num papel com boa consistência) e depois montados. São fornecidos com 2 baterias de imagens de filmes de animação da altura, claro.

Uma experiência fabulosa para redescobrir a animação e para também para além daquilo que é o digital e o que agora nos é proporcionado pela partilha nas redes, aquilo que também se pode conseguir na impressão, recorte, montagem, colagem, etc… Tudo isto também muito importante na nossa disciplina de EVT (ou qualquer outra e até mesmo para o desenvolvimento integral das crianças e jovens).

Basta carregarem na ligação acima ou na imagens e são convidados a visitar o espaço da Disney onde podem descarregar em pdf as instruções e os planos deste brinquedo óptico, que acaba por ser quase um projetor primitivo, para depois montar. Claro que já podem ver que isto permite explorar muitas áreas e conteúdos da EVT como: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Impressão e Mecanismos.

Fascinem-se… e aqui fica um vídeo onde se apresenta a máquina que depois a Disney aprimorou e fez distribuir com a colaboração da Pepsodent.


Madmen Yourself

Da AMC TV, uma ferramenta muito curiosa: o Madmen Yourself. Com esta aplicação que funciona integralmente online, podemos escolher uma personagem, quase que como um Avatar e definir as suas opções de fisionomia – corpo e em especial do rosto e depois vesti-lo consoante a época, o estilo, etc…

É extremamente simples de utilizar: passo-a-passo somos guiados, em cada quadro, a escolher a personagem e o género (masculino ou feminino) e depois a sua aparência física, fisionomia, aspetos físicos do rosto e, por fim, toda a roupa e adereços.

No final, podemos descarregar a personagem criada que pode muito bem ser o nosso Avatar para utilizar em redes sociais, para a nossa capa, etc… Podemos descarregar 3 formatos: só o rosto, meio corpo ou figura completa com cenário.

A explorar em EVT, até pelas possibilidades de exploração numa área de exploração pouco comum de Vestuário. A saber, mais algumas áreas de exploração e conteúdos de EVT: Comunicação, Estrutura, Forma, Material, Animação e naturalmente, Vestuário.

Aqui terminamos deixando-vos um pequeno vídeo tutorial encontrado no YouTube.


KerPoof

O KerPoof é uma suite de pequenas aplicações online que nos permite, entre outros, criar e editar um filme, desenhos, pinturas, imagens, contar uma história…  

Com possibilidade de criação de um registo gratuito (útil para guardar os trabalhos online), as ferramentas e aplicações disponibilizadas são extremamente simples. Aliás, criadas entre os K-3 e K-8, portanto, para crianças até aos 8 anos de idade. No entanto, dada a natureza de algumas aplicações, podemos alargar a faixa etária para o início de um 5º ano de escolaridade, em EVT, ou mesmo explorá-las em contexto de Expressão e Educação Plástica no 1º ciclo.

Uma opção que pode analisar melhor no vídeo tutorial que deixamos (encontrado no Youtube) e que pode servir para múltiplas aplicações em contexto de EVT: Animação, Fotografia, Comunicação, Desenho, Pintura, Forma, entre outros.


Memoov

Na sequência do artigo anterior, ora cá está a divulgação de mais uma ferramenta similar à anterior. Esta, no caso, chama-se Memoov e também permite aos seus utilizadores, depois de criada uma conta de utilizador, realizar pequenas animações de forma rápida e simples.

O aspeto visual da interface e a facilidade com que se utilizam as ferramentas é muito interessante. Depois de criada a animação, passo-a-passo e de forma simples, podemos publicar e partilhar o trabalho online. As bibliotecas de imagens são bastante interessantes, mesmo não se podendo fazer o carregamente de imagens do nosso computador. Os resultados finais são muito apelativos visualmente e podem ser uma boa referência para uma primeira experiência de animação dos alunos do 5º ano na disciplina de EVT, trabalhando sobretudo os conteúdos Movimento, Comunicação e Espaço e a área de exploração de Animação, naturalmente.

Fica um pequeno ALERTA: no momento em que escrevo este artigo, a plataforma online do Memoov está em atualizações, não estando disponível o serviço que segundo dizem, voltará em breve.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial encontrado no YouTube.


Zimmer Twins

Para criarem animações de forma simples e rápida, se bem que na áreas de EVT com algumas limitações, têm o Zimmer Twins. Uma aplicação que funciona online e permite aos seus utilizadores, a partir da biblioteca disponibilizada, fazer algumas animações. Digo limitada em contexto de EVT por isso mesmo. De qualquer forma, é sempre possível iniciar alguns exercícios no 5º ano e depois passar para o cinema de animação, com total liberdade criativa para os alunos. Para isso, como sabem, pelo menos os que acompanham o EVTdigital, há muitas ferramentas para o efeito.

Depois de criada a vossa conta de utilizador, com algumas limitações pois este serviço tem contas individuais (chamadas VIP) pagas e também para Escolas (também pagas), podem começar a realizar o vosso filme de animação. As personagens, efeitos animados e outros elementos estão todos numa biblioteca que apesar de não ser muito vasta, tem elementos suficientes para podermos realizar alguns exercícios interessantes.

Uma das muitas opções na áreas da animação, para em contexto de EVT se poder trabalhar os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Movimento e Animação.

Antes de vos deixarmos com o vídeo tutorial, resta dizer que se quiserem experimentar realizar algumas animações, podem fazê-lo mesmo sem criar o registo. O único senão é que quando terminarem a animação não a podem gravar pois para isso têm que estar na vossa conta ou fazer nessa altura o Log In.


FluxTime Studio

Para criação de animações simples, mas também para simulações (áreas da Física ou Educação Tecnológica), esta aplicação chamada FluxTime Studio é extremamente interessante para ser trabalhada com os nossos alunos.   

Esta aplicação, no caso de querermos criar uma conta de utilizador individual ou para escolas ou no caso para a querermos descarregar para o nosso computador, é paga. No entanto, é permitido a qualquer utilizador fazer as suas animações. Bastará para tal carregar em Animate e depois em Create a Free Animation. Apenas fica a limitação de não podermos guardar o nosso trabalho no final…

Muito interessante para explorarem de forma simples alguns conceitos de animação e compreenderem os seus princípios e, a um nível mais avançado, realizar algumas experiências Físicas na área da Educação Tecnológica.

A explorar, sem dúvida… E para EVT, sobretudo num 5º ano, explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho e Mecanismos.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial, muito útil, que pesquisamos e encontrámos no Youtube. 


Write Comics

Para a criação de Banda Desenhada (BD/Comics/Cartoon) existem muitas ferramentas. Quem acompanha o EVTdigital sabe que ao longo de muitos meses foram aqui divulgadas muitas ferramentas para este fim. Aliás, pode-se ver isso mesmo na Lista Temática Completa, com direito a uma lista específica para este tema. A que agora apresentamos chama-se Write Comics.

Para utilizarem esta aplicação que funciona integralmente online, nem sequer precisam de criar um registo ou conta de utilizador. É-nos apresentada uma interface de trabalho bastante simples: um pequeno retângulo (cada vinheta de uma cena) que podemos depois adicionar mais. Posteriormente escolhemos os fundos para cada vinheta e adicionamos as personagens, os balões e o texto dos mesmos. Terminada a realização, podem de imediato publicar o trabalho abrindo-se na janela de trabalho da Internet um endereço que devem guardar para depois ficarem com acesso direto ao trabalho que realizaram ou até para o poder partilhar.

Esta aplicação, no entanto, tem algumas limitações. Uma delas prende-se com o facto de já ter alguns anos e as bibliotecas de imagens serem bastante limitadas na quantidade e qualidade dos elementos gráficos que contêm. A impossibilidade de adicionarmos os nossos desenhos e trabalhos guardados no computador também limita a sua utilização. De qualquer forma, interessante para alguns trabalhos iniciais em EVT, especialmente no 5º ano e para introduzir a temática pois a vantagem que esta ferramenta tem é a sua utilização ser extremamente simples. Sem exagerar… depois há que passar para outras opções na temática, pois existem ferramentas muito melhores. Voltando à EVT, podemos trabalhar alguns conteúdos e áreas de exploração como: Comunicação, Espaço, Animação e Desenho.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial…


Mixamo

Querem experimentar alguns trabalhos e explorar conceitos de animação 3D? Isso pode ser extremamente simples se utilizarem a ferramenta que agora vos apresento e que se chama Mixamo.

Como funciona? Muito simples. Criam a vossa conta de utilizador, gratuita e depois, de forma muito rápida, podem escolher as personagens e as animações. Há as gratuitas (aquelas que certamente vamos utilizar) e as outras, pagas… Depois, podemos perceber e alterar todas as características de cada movimento. Melhor ainda: para além das personagens que nos são fornecidas gratuitamente, podemos adicionar as nossas próprias personagens 3D realizadas noutros programas, carregando-as nesta aplicação que funciona integralmente online. Lembram-se de eu ter anunciado aqui uma ferramenta da DAZ 3D, criada a partir do Gizmoz? Esta é uma delas! E nesse caso podem ter uma animação com a personagem que criaram. excelente não?

Em contexto de EVT é uma forma simples de os alunos perceberem um pouco de animação, no caso em 3D e para integrarem este tipo de trabalho noutros projetos. Podem abordar conteúdos e áreas de exploração como: Espaço, Estrutura, Forma, Movimento, Trabalho, Animação, Construções e Modelação/Moldagem.

Nada como experimentar, mas antes ver o vídeo tutorial que vos falei e encontrei no YouTube e que, está fantástico!


Bitstrips

Damos aqui início às divulgações de hoje no EVTigital. Pouco falta para todas as ferramentas digitais estarem divulgadas. Apresentamos agora o Bitstrips. Uma ferramenta online, gratuita, para a criação de Banda Desenhada (Comics), muito simples de usar.

Para iniciar o trabalho com o Bitstrips nem sequer necessitam de criar conta de utilizador. No entanto, se depois quiserem publicar tudo e ter acesso aos vossos trabalhos para posterior edição/alterações, devem criar essa conta de utilizador gratuita. Esta aplicação que funciona integralmente online já tem alguns anos. Veja-se no vídeo tutorial que deixamos no final deste artigo que esse mesmo vídeo com a apresentação da ferramenta foi criado em 2009. Hoje a ferramenta já está um pouco mais evoluída. Mas voltando a esse vídeo, é curioso que entre muitos que encontrámos no YouTube, fizemos questão de escolher este pois são dois apresentadores de TV a fazer essa análise. Curioso.

Quanto ao Bitstrips, a utilização é muito simples. Basta selecionar as personagens, fundos, balões, etc… Depois de tudo pronto, pode ser publicado. Mas, há sempre um mas, as limitações prendem-se com o facto de o utilizador não poder usar os seus próprios desenhos ou então desenhar online. Esta é uma ferramenta que apenas permite utilizar as bibliotecas/livrarias da aplicação, o que pode tornar a ferramenta limitativa, pelo menos para mais que uma ou duas utilizações, pelo que se recomenda cuidado na utilização em contexto de EVT, podendo-se depois passar para outras ferramentas que permitem maior liberdade criativa e pessoal, como por exemplo o Chogger, já aqui divulgado.

Para EVT, de qualquer forma, pelo menos para um 5º ano, não deixa de ser interessante para uma possível abordagem introdutória ao conceito da Banda Desenhada e para exploração de alguns conteúdos e áreas como: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Animação e Desenho.

E aqui fica o vídeo de apresentação,… made in USA, live, in TV!


Kaltura

Para terminar as publicações de hoje, aqui vai a divulgação do Kaltura. Uma plataforma colaborativa para edição de vídeo online e partilha. Muito simples e interessante de utilizar, das primeiras a aparecer, despertou curiosidade no mercado tendo surgido posteriormente outras como o WeVideo, já aqui partilhado. 

Com as redes de Internet cada vez mais rápidas, torna-se uma tentação este tipo de serviços. Lembro-me de este Kaltura ser o primeiro serviço que conheci. Depois, seguiram-se outros. É uma plataforma que permita a criação de uma conta de utilizador gratuita, com mais limitações que as contas pagas, naturalmente, mas que permite carregar filmes (ou gravar diretamente) e depois editá-los colaborativamente e posteriormente partilhá-los.

No vídeo que vos deixámos, que fomos encontrar na Internet, é apresentada numa feira esta ferramenta, salientando-se as suas potencialidades e principais funcionalidades.

Em contexto de EVT, pode ser uma excelente opção para trabalhos colaborativos, de animação ou imagem real e uma mais valia para se trabalharem conteúdos e áreas de exploração como: Comunicação, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação e Fotografia. E diga-se, para EVT ou qualquer outra área curricular.


Abrakadoodle

Iniciamos as publicações de hoje aqui no EVTdigitl com o Abrakadoodle, um espaço online criado em 2005 que, na conjugação dos termos Abraka (magia) e Doodle (rabisco) faz nascer este projeto. 

 Este é um espaço online que permite, a partir dos 5 anos de idade, explorar conceitos relacionados com a EVT mas também com a Expressão e Educação Plástica nas escolas. Com espaços dedicados aos mais novos, aos pais e professores, constitui-se como um valioso recurso dando pistas de intervenção em contexto de sala de aula e disponibilizando atividades criativas a desenvolver com os mais novos.

O espaço é tão vasto que seria impossível aqui descrever todas as suas poencialidades.

Fica um pequeníssimo vídeo tutorial de apresentação do espaço e a certeza de que em EVT podem explorar áreas e conteúdos tão diversos como: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Impressão, Mecanismos, Modelação/Moldagem, Pintura,Animação, Construções, Desenho e Fotografia. 


Scratch

Conhecem o Scratch? O lema deste programa é… programar de forma divertida para que, crianças de tenra idade possam programar de forma simples, através deste software desenvolvido pelo MIT. Aliás, em Portugal, através da ESE de Santarém desenvolve-se um trabalho muito interessante e que pode ser visto NESTA PÁGINA.

Uma das vantagens deste programa é ele estar em Português e, a outra, é que os alunos podem iniciar-se em linguagens de programação mas de forma muito simples, intuitiva e simples. Os trabalhos podem ser desde coisas muito simples a trabalhos mais complexos. Na página deste programa podem ver alguns desses exemplos. No caso da página que vos indicámos, podem lá encontrar trabalhos realizados por alunos de escolas portuguesas, em alguns casos do 1º ciclo e ainda ter acesso a alguns manuais úteis.

Para além daquilo que este programa pode despertar nos mais novos, por exemplo, em contexto de EVT podemos fazer pequenas animações a partir de cenários e personagens que tenhamos criado. Ora, um desses exemplos foi mesmo o que encontramos no Youtube e partilhamos convosco, servindo também de  pequenos vídeo tutorial.

Terminamos referindo que em contexto da disciplina de EVT podem ser trabalhadas as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho e Pintura.



Digital Films

O Digital Films é um espaço na Internet que permite aos seus utilizadores criarem as suas animações e publicá-las e divulgá-las neste espaço (ou noutros).

Depois de crida uma conta de utilizador gratuita, podemos iniciar a construção do nosso filme. As bibliotecas de personagens, fundos (cenários) e outros é bastante aceitável e permite-nos compreender alguns dos conceitos de animação e assim, também, poder apresentar conteúdos e temáticas interessantes (e importantes) para a EVT.

Podem experimentar num 5º ano de EVT, por exemplo, para iniciar os trabalhos de animação e, naturalmente, passar para outro nível. Sim, pois as limitações, a dada altura vão fazer-se sentir. É nessa altura que podemos passar para abordagens mais complexas e elaboradas e assim dar mais vigor à criatividade dos alunos.

Uma ferramenta a explorar na EVT, por exemplo para as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Comunicação, Espaço, Movimento, Trabalho e Animação.

Experimentem e não deixem de ver o vídeo seguinte que, apesar de não ser um tutorial, é uma animação que um utilizador da ferramenta fez no Digital Films e depois publicou no YouTube.  


Stop Motion Pro

Chega agora a hora de vos apresentar mais um programa para captura de imagens em stop-motion e assim poderem realizar cinema de animação na sala de aula. Chama-se Stop Motion Pro e, ATENÇÃO, não é bem um software gratuito. Este programa é um software proprietário, com versão comercial, mas que disponibiliza uma versão Trial (de teste) sem limitações de tempo ou mesmo de exportação do filme MAS apenas o resultado final fica com uma marca de água do software e que não pode ser removida.

 

Depois de visitarem este espaço na Internet, podem aceder através do menu à página para descarregarem esta versão trial. preenchem um pequeno registo e é-vos facultado o download. Descarregado o programa e instalado no vosso computador (sistemas operativos Windows), o que é um processo extremamente simples, podem de imediato ligar uma câmara ao computador e iniciar a captura stop-motion. Dependendo da qualidade da câmara, melhor será o filme pois a qualidade de imagem, naturalmente, será melhor. Vão constatar que este programa é muito simples de utilizar e prático para utilizar em contexto de sala de aula, em especial em EVT com alunos de 10 a 12 anos.

Nada como experimentar e se a marca de água final não for problema, excelente. No caso de quererem enviar o filme para algum concurso ou publicar, aí será diferente e devem optar por outros aqui divulgados. Mas se for só experimentar e explorar os conteúdos de animação e realizar exercícios, é uma boa opção.

Precisamente no contexto de EVT pode explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia, Mecanismos, Modelação/Moldagem e Pintura.

E aqui fica um pequeno vídeo tutorial… E vejam como é simples de utilizar este programa.


My Brain Shark

Para a criação de apresentações, aqui estamos nós mais uma vez, no EVTdigital, a divulgar uma ferramenta que pode despertar o vosso interesse e curiosidade. Chama-se My Brain Shark e pode ser bastante aliciante o seu uso em contexto educativo. Vamos já ver como funciona…  

Depois de entrado no espaço da Internet desta ferramenta (que funciona online e sem necessidade de instalação de qualquer programa) devem criar obrigatoriamente uma conta de utilizador gratuita. Esta aplicação da web 2.0 é extremamente interessante pois podemos adicionar uma apresentação em Power Point previamente realizada e, à mesma, introduzir elementos mais dinâmicos como vídeo, narrar o documento, álbum de imagens ou mesmo um Podcast.

Concluído o trabalho, o mesmo pode ser partilhado no espaço online e de partilha e assim distribuído pelos nossos alunos (e não só)… Mais uma forma diferente de fazer apresentações e, em EVT, uma vez que o tema ou os conteúdos a apresentar podem ser muito diversos, mas há áreas de exploração e conteúdos algo de uma abordagem geral como: Comunicação, Estrutura, Movimento, Trabalho e Animação.

A terminar, aqui fica um pequeno vídeo tutorial… 


Viddix

É um facto que gostaríamos de nos deter bastante tempo a explicar-vos o funcionamento desta ferramenta chamada Viddix. Apenas não o vamos fazer uma vez que, chegada agora a horas de vos divulgar esta aplicação online, acabamos por constatar que a mesma já não aceita registos de utilizador gratuitos. Nós ainda temos a nossa conta pois o registo é antigo mas novos utilizadores apenas poderão utilizar contas pagas. de qualquer forma, aqui fica a partilha pois como sabemos, hoje a ferramenta não permite contas gratuitas mas a qualquer altura tudo pode mudar.

Mas, para que serve esta aplicação online? Para muitas coisas, mas sobretudo fazer apresentações criativas e muito dinâmicas. A partir de vídeos que carreguemos (ou imagens) ou animações realizadas na própria plataforma, podemos adicionar textos, ligações, questionários, etc, etc, etc… E quase um infindável leque de recursos a incluir para tornar uma apresentação mais interativa e dinâmica.

No final, pode-se publicar tudo online e partilhar… Caso possam e a ferramenta volte a abrir a possibilidade de contas gratuitas, experimentem pois vale a pena.

Em EVT (ou mesmo qualquer outra área do currículo), para apresentações e uma total possibilidade de abordagens a todos os conteúdos e áreas de exploração pois a temática a trabalhar adequa-se à aplicação. Mas sobretudo, as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia e Pintura…


Mash On Creator

O Mash on Creator é uma das ferramentas interessantes a utilizar para em contexto de sala de aula podermos abordar a Banda Desenhada. Não só esta, a primeira, o Mash On Creator mas todas as outras derivadas dela como o Holiday, Spore, etc… 

Depois de criarem um registo de utilizador gratuito (que nem sequer é obrigatório), são guiados, passo-a-passo, na criação de uma banda desenhada. Podem escolher a prancha de BD, as vinhetas, cenários, personagens, balões, etc… A escolha destes elementos está em parte limitada às bibliotecas usadas mas não limitativo pois a profusão de elementos disponíveis é bastante grande.

No momento em que escrevo este artigo, esta ferramenta está temporariamente indisponível pois está em atualizações o que se pode antever para breve uma evolução do que podemos realizar com este recurso. Não temos vídeo tutorial desta ferramenta mas está disponível o seu manual na secção Guias e Manuais do EVTdigital.

Em contexto de EVT podem explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Trabalho, Animação, Desenho, Fotografia e Pintura.

Não se esqueçam de estar atentos e começar a utilizar mal acabe o período de manutenção do espaço.


BS Contact – visualizador de VRML

Eis que surge a divulgação de mais uma ferramenta em que o especialista é o colega Artur Coelho. Chama-se BS Contact e é um visualizador de VRML.

Naturalmente, melhor do que ninguém para nos explicar o que se faz com esta ferramenta que o próprio Artur, pois trabalhou com elas durante muito tempo (e certamente continua a trabalhar). Por isso, irei utilizar as palavras dele para apresentar este recurso e citar o seu post no seu blogue, em http://intergalacticrobot.blogspot.pt/2010/02/bs-contact.html 

Ora, e o que lá se diz é precisamente isto: “A aplicação BS Contact é desenvolvida pela Bitmanagment Software GmbH para visualização de conteúdo Web 3D. Funciona como aplicação instalada no computador e plugin para browsers para visualização de conteúdo vrml através da internet. Integra-se com plataformas de chat 3D para visualização interactiva multi-utilizador de mundos virtuais. Requer pouco espaço em disco e a sua instalação não necessita de privilégios de administração, sendo necessária uma instalação por cada conta de utilizador.

Correntemente na versão 7.212, suporta ficheiros em formato VRML, X3D, Collada, KMZ e CityGML, entre outros. Ao visualizar objectos e cenas em formatos Web 3D permite nove modos de navegação (Walk, Slide, Examine, Fly, Pan, Game Like, Jump, Geo Examine Geo Fly) e navegação entre pontos de vista pré-definidos na cena. Visualiza com diferentes níveis de detalhe escolhidos pelo utilizador, disponibilizando diferentes formas de visualizar e analisar objectos tridimensionais. Renderiza em alta resolução imagens bitmap de pontos de vista definidos pelo utilizador e vídeos de cena em formato AVI com configuração de opções de tamanho de ecrã. Integra-se com os browsers Opera, Internet Explorer, Safari e Google Chrome como visualizador de objectos e cenas VRML/X3D incorporadas em páginas Web, sendo a navegação em Internet Explorer a mais eficaz. A navegação e interacção com cenas e objectos pode ser feita recorrendo a um avatar animado.  A aplicação tem um avatar pré-definido que em espaços virtuais que o possibilitem pode ser alterado para outro modelo de avatar”.
E… como podem ver, que melhor explicação poderia eu dar? Impossível pois o Artur Coelho faz isso melhor do que ninguém…
Não há vídeo tutorial mas passem pelo blogue do Artur e conheçam um pouco mais estas ferramentas. Também lá encontrarão as dicas necessárias, pela experiência dele, do que se poderá trabalhar de conteúdos e áreas de exploração em EVT.