Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT


MUAN (software para animação) – DIA 28 outubro (Dia Mundial da Animação)

Quem me conhece sabe a minha paixão pelo Cinema de Animação. E nada melhor do que comemorarem o DIA MUNDIAL DA ANIMAÇÃO, que é já no próximo domingo, dia 28 de outubro, com a divulgação de uma ferramenta digital, um software fantástico!

Este programa já aqui foi divulgado. Chama-se MUAN e surgiu pela mão do Anima Mundi, do Brasil, num claro investimento que fizeram no apoio às escolas Brasileiras (o software é brasileiro) aquando do próprio investimento que o Brasil fez no software livre nas escolas.

Esta versão existia apenas para sistemas operativos Linux. Sim, existia. No fim de semana passado, numa pequena pesquisa que fiz, vim a descobrir que agora existe o MUAN para Linux, mas também para Windows e Mac! Querem melhor?

Pois bem, como o Dia Mundial da Animação este ano é um domingo, deixo-vos um repto: instalem o MUAN nos vossos computadores e experimentem fazer uma pequena animação com os vossos filhos!… Ah… e se não tiverem filhos, com os primos, afilhados, sobrinhos… E eu até arrisco a dizer que até os avós iam gostar 😉 Uma forma diferente e muito bonito de passarem um bom domingo, bem animado!…

Para descarregarem o MUAN, basta carregarem na imagem abaixo e irão aceder à página para download, bastando depois escolher o sistema operativo.

Boas animações! Feliz Dia Mundial da Animação!

EVTdigital | JAR

 


Tux Paint

Para a última divulgação de hoje no EVTdigital, deixei a apresentação de um software livre, que pode ser instalado em computadores com sistemas operativos Windows, Mac ou Linux. Poderão achar estranho escolher esta ferramenta, mas mais adiante vou explicar a razão. É o muito conhecido pelos mais pequenos como o Tux Paint. 

Decidi incluir o Tux Paint neste estudo e aqui nas divulgações do EVTdigital pois este programa é muito conhecido pelos mais pequenos, principalmente pela utilização que faziam do mesmo no computador Magalhães. O Tux Paint é um programa de desenho e pintura que oferece uma vasta gama de ferramentas para os alunos criarem os seus trabalhos. Muito simples de utilizar, tem também “carimbos” que em alguns casos facilitam o trabalho. Naturalmente que pode ser limitado usar este programa em EVT, principalmente se os alunos não evoluírem e passarem para níveis de complexidade maiores. No entanto, decidi que ela seria importante estar presente, principalmente porque pode fazer, no início de um 5º ano, a ponte entre as aplicações que os alunos mais usavam no 1º ciclo e podem depois, em EVT, passar a usar e que são ferramentas com maior potencial e que dão maior liberdade de criação. Eis a razão. No entanto, em EVT, pode explorar as seguintes áreas e conteúdos: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor,Material, Trabalho, Construções, Desenho e Pintura.

E aqui fica um pequeno vídeo tutorial que encontrei no Youtube.


StopMoJo

Para quem quiser realizar filmes, sejam imagem real ou stop-motion (animação) aqui tem uma opção muito descomplicada, muito simples para utilizar em EVT, num 5º ano, ou mesmo no 1º ciclo. Chama-se StopMojo. 

Mas, para além de ser simples trabalhar com este programa, que mais vantagens tem? Ora, é isso… Tem uma versão de instalação para Windows mas, uma versão em Java, formato JAR que corre em qualquer sistema operativo – Mac, Windows ou Linux, bastando para tal ter instalado o Java Runtime. Isto, já por si, é fantástico. De resto, perceberão que é muito simples e podem contar com bastante apoio no sítio oficial do software.

Para EVT, e se no caso trabalharmos Animação, tudo dependerá da técnica utilizada mas, sempre podem, em linhas gerais trabalhar os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Comunicação, Movimento, Trabalho, Animação, Pintura e Desenho.

Terminamos por aqui, deixando-vos um vídeo tutorial muito curioso que encontramos no YouTube. Curioso porque a qualidade de gravação não é muito boa mas é suficiente para perceberem como o jovem em questão, em casa, faz uma animação.

Mais uma proposta interessante que não devem descurar. 


Hyper-Engine-AV

Para os utilizadores de sistemas operativos OS x (Mac) aqui está uma ferramenta alternativa a outras pagas e que serve para edição de vídeo. Chama-se Hyper-Engine-AV e pode ser uma boa escolha e opção para quem, nas escolas (e não só…) utilizar este sistema operativo.   

Podem constatar, depois de instalar o programa, que é muito simples de utilizar e muito semelhante a outras aplicações no mesmo âmbito. Nada como testar (caso tenham um Mac)… pois até nem temos vídeo tutorial.

Uma boa opção para em EVT explorarem áreas e conteúdos como: Comunicação, Estrutura, Movimento, Trabalho, Animação e Fotografia.


iStopMotion e DragonFrame

Para os utilizadores de Mac, e porque o EVTdigital divulga todo o tipo de ferramentas, para vários sistemas operativos, aqui deixamos o iStopMotion. Um software que podem utilizar para captura stop-motion e assim realizarem filmes de animação.

Mas para Mac (e ainda Windows), acrescente-se um software fantástico, de qualidade profissional que se chama DragonFrame. Vamos conhecê-los um pouco melhor.

No caso do iStopMotion, as limitações são consideráveis. Este software é proprietário e, como muitos, tem também a possibilidade de o descarregarem e testarem durante algum período de tempo sem limitações. MAS… neste caso a limitação de tempo é grande pois se o instalarem no vosso Mac apenas o vão poder utilizar sem limitações durante 5 dias… (sim, APENAS 5 dias…) O que será muito pouco para usar em contexto educativo. De qualquer forma, a versão Home custa apenas 50$ USD. De qualquer forma, há alternativas gratuitas mas este programa é muito simples de utilizar e com muito boa qualidade, simples de utilizar entre outras vantagens.

No caso do DragonFrame (esta é a nova versão do software que antigamente se chamava DragonStopMotion), podem descarregar uma versão para Mac mas também para Windows que funciona durante 30 dias! Sim, 30 dias, talvez o tempo necessário para realizar a captura de imagens com os nossos alunos e assim realizarmos um filme de animação na técnica escolhida. Este programa, na versão Trial de 30 dias que podem descarregar tem todas as funcionalidades ativas existindo apenas uma limitação: cada take (cena em gravação) apenas pode ter 50 frames capturados. Não é de todo um problema pois podemos guardar esses 50 frames e depois continuar noutro ficheiro… Apenas dá um pouco mais de trabalho, mas sem problema…

Em EVT (e também para usarem em casa e noutros locais), podem trabalhar as seguintes áreas de exploração e conteúdos, tendo sempre em conta que mais abordagens são possíveis consoante as técnicas de animação escolhidas: Comunicação, Luz-Cor, Material, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Fotografia e Desenho.

E aqui ficam dois vídeos tutoriais com a apresentação destas ferramentas. E não se esqueçam pois filmes como Coraline e o novo de Tim Burtun, Frankenweenie, que vai estrear em Outubro, foram (ou estão) a ser realizados com o DragonFrame. Experimentem que vale a pena… Vejam só o Spot animado que se realizou em 2011, nos Workshops do CINANIMA… Um Spot animado para o CINANIMA 2012, animado e filmado também em 3D ou o filme “Encaixa a Música”, também realizado nos Workshops CINANIMA 2011 e realizados com o DragonFrame.


Scribus

Iniciamos as nossas divulgações de hoje no EVTdigital com mais um software livre. No caso, o Scribus, um programa livre que podem instalar nos vossos computadores quer eles tenham sistemas operativos Windows, Mac ou Linux.

Mas, para que finalidade serve o Scribus? O Scribus é um programa para paginação. Caso pretendam podem fazer o download da versão em Português e irão ver que este programa serve para fazer paginação. Seja de um desdobrável, brochura, livro ou mesmo um jornal (escolar, por exemplo) este é um poderoso software para realizarem esse tipo de trabalhos. Uma maravilhosa alternativa a outros programas proprietários extremamente caros. Se utilizarem a versão em Português irão poder constatar que ainda mais fácil se torna trabalhar com este programa. As potencialidades e funcionalidades são muitas e quase sempre há uma solução que se encontra e resolve com este programa. Como dissemos, este programa é para vários sistemas operativos e, ainda melhor, tem uma versão Portable, ou seja, pode descarregar essa versão e colocá-la numa pen sem que tenham necessidade de instalar o programa o que pode ser outra vantagem.

Uma boa opção e alternativa a outras excessivamente caras. Em EVT (e também EV) podem trabalhar os seguintes conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Trabalho.

No Youtube encontrámos 8 vídeos tutoriais, em Inglês, que são muito interessantes para quem esteja interessado em aprender um pouco mais e utilizar este programa. Aqui ficam as ligações para os mesmos.

Scribus – Tutorial – Parte 1 – http://www.youtube.com/watch?v=3sEoYZGABQM

Scribus – Tutorial – Parte 2 – http://www.youtube.com/watch?v=WQRCgGPxtJ0

Scribus – Tutorial – Parte 3 – http://www.youtube.com/watch?v=0bj-WMtkQQQ

Scribus – Tutorial – Parte 4 – http://www.youtube.com/watch?v=3AHqQIdlMqM

Scribus – Tutorial – Parte 5 – http://www.youtube.com/watch?v=8si0fZDBZxc

Scribus – Tutorial – Parte 6 – http://www.youtube.com/watch?v=QNlBC3-dlqg

Scribus – Tutorial – Parte 7 – http://www.youtube.com/watch?v=6uu-68I43rc

Scribus – Tutorial – Parte 8 – http://www.youtube.com/watch?v=ldkovG5Via4

Explorem e vejam as potencialidades! E a principal: é mais que gratuito… é software LIVRE!…


Blender

Acabado de divulgar aqui no EVTdigital o Arbaro e de nesse artigo ter falado no Blender, nada melhor do que apresentar-vos, desde já, o Blender. Este programa, um software livre para vários sistemas operativos como Windows, Mac e Linux, serve para modelação e animação 3D.

Tal com foi referido no post/artigo em que falámos do Arbaro, o Blender não é, de todo, um software simples de trabalhar com crianças de 10 ou 12 anos de idade, em contexto de EVT. Mas deixamos aqui a sugestão de aproveitarem o Arbaro para criar árvores e depois trabalharem-nas aqui no Blender. Já no capítulo de realizar animações, aí sim, é mais complexo. Deixemos isso, talvez, para um 3º ciclo na disciplina de EV ou mesmo no ensino secundário ou cursos profissionais de multimédia. Mas no caso de EVT, até para explorações simples de geometria e visualização no espaço é uma excelente ferramenta.

Convém ainda dizer que em contexto de EVT podem ser trabalhados os seguintes conteúdos e áreas de exploração: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho e Modelação/Moldagem.

No final deste artigo não vos vamos deixar vídeos tutoriais. Existe um utilizador do Youtube que, em Português (do Brasil), explica em 6 tutoriais simples, como trabalhar com o Blender. Para acederem (e verem) a esses tutoriais podem carregar abaixo:

Tutorial Blender parte 1 – http://www.youtube.com/watch?v=a8lMTQK9mgs

Tutorial Blender parte 2 – http://www.youtube.com/watch?v=scNXwKTOFek

Tutorial Blender parte 3 – http://www.youtube.com/watch?v=P7MmRzbSBFQ

Tutorial Blender parte 4 – http://www.youtube.com/watch?v=HSklyvstIUc

Tutorial Blender parte 5 – http://www.youtube.com/watch?v=3AZb6kbUzvA

Tutorial Blender parte 6 – http://www.youtube.com/watch?v=j8kWB-OkmR0

Finalmente, acabamos este post/artigo com uma proposta para vocês. A conhecida Blender Foundation produz filmes de animação realizados no conceito Open Movie Project. Nada mais, nada menos que a produção de filmes de animação 3D em que os seus realizadores disponibilizam os ficheiros dos filmes para todos quantos queiram perceber como foram realizados. Essa pode ser uma excelente dica. Aproveitem para ver duas dessas produções nos filmes que aqui deixamos. O primeiro, Elephants Dream, realizado em 2006 e com 10 minutos e o segundo, Sintel, realizado em 2010, com 15 minutos. Deliciem-se e vejam o que se pode fazer com este software. Que é livre, diga-se, sem necessidade de comprarem softwares similares, proprietários e muito, muito caros…

Aqui ficam os filmes… e caso queiram, em www.sintel.org e www.elephantsdream.org encontram tudo o que queiram saber mais sobre os mesmos.

Mas… do Elephants Dream não posso deixar de vos sugerir que vejam o Making of do filme. São quase 30 minutos mas, muito “deliciosos”…