Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT


Paper Folding for Pop-Up (de Miyuki Yoshida)

Este é o último post/artigo do EVTdigital? Não, não será certamente o último mas… é o que finaliza a divulgação das ferramentas digitais no âmbito deste estudo. E nada melhor do que partilhar convosco um recurso que não é digital, tal como no artigo anterior. É um recurso em papel, uma das minhas paixões: os Pop-Up books. Chama-se Paper Folding for Pop-Up e é de Miyuki Yoshida.

Em contexto de EVT (de EV e até ET) a exploração deste tipo de livros, muitos deles com mecanismos engenhosos e que o seu manuseamento e posterior análise por parte dos alunos faz-lhes despertar a curiosidade e a motivação para eles mesmos criarem os seus livros pop-up, ou mesmo que não sejam livros, postais… Mas podem ser brinquedos com mecanismos entre outros.

Tal como sempre referi (e defendi), acredito que é pela utilização articulada e sensata entre os recursos digitais e os “tradicionais”, como este, em papel, que os alunos conseguem uma aprendizagem mais rica, diversificada, e verdadeiramente significativa.

Anteriormente já tinha aqui divulgado os 5 livros pop-up de David A. Carter, para mim, dos mais fabulosos que existem. Divulguei também o espaço na Internet de Robert Sabuda, outro dos gurus da área. Chega agora a vez de Miyuki Yoshida e este livro que descobri recentemente e que é verdadeiramente fabuloso. No momento em que vos escrevo, ainda não o tenho. está encomendado e espero que daqui a uma semana ele chegue para me poder deliciar com ele… Enquanto não chega, partilho aqui convosco algumas das suas páginas num dos blogues que visitei e do qual retirei estas imagens e que infelizmente não guardei aqui a fonte para a publicar mas sei que era um blogue em Espanhol. Não podia deixar de partilhar convosco…  

Anúncios

DISNEY MOVING PICTURE MACHINE

A divulgação de ferramentas digitais está mesmo a acabar, aqui no EVTdigital. Mas como sempre disse e defendi, deve sempre haver a articulação dos vários recursos e suportes em contexto educativo, nomeadamente em EVT (ou qualquer outra área). Aqui apresento um desses recursos, uma das minhas paixões que é o cinema de animação, os brinquedos óticos e os princípios de animação de imagens. Chama-se DISNEY MOVING PICTURE MACHINE e vou já contar-vos a história do mesmo e para que serve.

(créditos da imagem: NAVA Design)

Este brinquedo, sim brinquedo, podemos chamar-lhe assim pois é um brinquedo ótico tem uma história longa e curiosa. O original do qual podem agora ter uma réplica, surgiu em força no mercado em 1938, depois da primeira aparição em 1935. Todos sabem que hoje em dia, muitas marcas, sejam cereais, detergentes e outros, por vezes oferecem brinquedos para os mais novos. Há muito anos, ainda me recordo, ofereciam espirógrafos e outros brinquedos educativos. Ora este Moving Picture Machine surge distribuído em 1938 através da parceria entre a Disney (por Walt Disney) e a Pepsodente Co. (sim, a das pastas de dentes).

Uma oferta que chegou assim a muitas e muitas pessoas e assim despertou a curiosidade pelo cinema de animação em particular mas também ao cinema no geral.

Agora, no site da Disney, numa produção da NAVA Design, são disponibilizados os planos para serem impressos (convém ser em cartolina ou num papel com boa consistência) e depois montados. São fornecidos com 2 baterias de imagens de filmes de animação da altura, claro.

Uma experiência fabulosa para redescobrir a animação e para também para além daquilo que é o digital e o que agora nos é proporcionado pela partilha nas redes, aquilo que também se pode conseguir na impressão, recorte, montagem, colagem, etc… Tudo isto também muito importante na nossa disciplina de EVT (ou qualquer outra e até mesmo para o desenvolvimento integral das crianças e jovens).

Basta carregarem na ligação acima ou na imagens e são convidados a visitar o espaço da Disney onde podem descarregar em pdf as instruções e os planos deste brinquedo óptico, que acaba por ser quase um projetor primitivo, para depois montar. Claro que já podem ver que isto permite explorar muitas áreas e conteúdos da EVT como: Comunicação, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Impressão e Mecanismos.

Fascinem-se… e aqui fica um vídeo onde se apresenta a máquina que depois a Disney aprimorou e fez distribuir com a colaboração da Pepsodent.


FluxTime Studio

Para criação de animações simples, mas também para simulações (áreas da Física ou Educação Tecnológica), esta aplicação chamada FluxTime Studio é extremamente interessante para ser trabalhada com os nossos alunos.   

Esta aplicação, no caso de querermos criar uma conta de utilizador individual ou para escolas ou no caso para a querermos descarregar para o nosso computador, é paga. No entanto, é permitido a qualquer utilizador fazer as suas animações. Bastará para tal carregar em Animate e depois em Create a Free Animation. Apenas fica a limitação de não podermos guardar o nosso trabalho no final…

Muito interessante para explorarem de forma simples alguns conceitos de animação e compreenderem os seus princípios e, a um nível mais avançado, realizar algumas experiências Físicas na área da Educação Tecnológica.

A explorar, sem dúvida… E para EVT, sobretudo num 5º ano, explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho e Mecanismos.

Aqui fica um pequeno vídeo tutorial, muito útil, que pesquisamos e encontrámos no Youtube. 


Abrakadoodle

Iniciamos as publicações de hoje aqui no EVTdigitl com o Abrakadoodle, um espaço online criado em 2005 que, na conjugação dos termos Abraka (magia) e Doodle (rabisco) faz nascer este projeto. 

 Este é um espaço online que permite, a partir dos 5 anos de idade, explorar conceitos relacionados com a EVT mas também com a Expressão e Educação Plástica nas escolas. Com espaços dedicados aos mais novos, aos pais e professores, constitui-se como um valioso recurso dando pistas de intervenção em contexto de sala de aula e disponibilizando atividades criativas a desenvolver com os mais novos.

O espaço é tão vasto que seria impossível aqui descrever todas as suas poencialidades.

Fica um pequeníssimo vídeo tutorial de apresentação do espaço e a certeza de que em EVT podem explorar áreas e conteúdos tão diversos como: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Impressão, Mecanismos, Modelação/Moldagem, Pintura,Animação, Construções, Desenho e Fotografia. 


Stop Motion Pro

Chega agora a hora de vos apresentar mais um programa para captura de imagens em stop-motion e assim poderem realizar cinema de animação na sala de aula. Chama-se Stop Motion Pro e, ATENÇÃO, não é bem um software gratuito. Este programa é um software proprietário, com versão comercial, mas que disponibiliza uma versão Trial (de teste) sem limitações de tempo ou mesmo de exportação do filme MAS apenas o resultado final fica com uma marca de água do software e que não pode ser removida.

 

Depois de visitarem este espaço na Internet, podem aceder através do menu à página para descarregarem esta versão trial. preenchem um pequeno registo e é-vos facultado o download. Descarregado o programa e instalado no vosso computador (sistemas operativos Windows), o que é um processo extremamente simples, podem de imediato ligar uma câmara ao computador e iniciar a captura stop-motion. Dependendo da qualidade da câmara, melhor será o filme pois a qualidade de imagem, naturalmente, será melhor. Vão constatar que este programa é muito simples de utilizar e prático para utilizar em contexto de sala de aula, em especial em EVT com alunos de 10 a 12 anos.

Nada como experimentar e se a marca de água final não for problema, excelente. No caso de quererem enviar o filme para algum concurso ou publicar, aí será diferente e devem optar por outros aqui divulgados. Mas se for só experimentar e explorar os conteúdos de animação e realizar exercícios, é uma boa opção.

Precisamente no contexto de EVT pode explorar as seguintes áreas e conteúdos: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia, Mecanismos, Modelação/Moldagem e Pintura.

E aqui fica um pequeno vídeo tutorial… E vejam como é simples de utilizar este programa.


AutoQ3D

Para terminar as publicações de hoje, uma ferramenta de 3D que não é muito complexa de utilizar e que evoluiu bastante nos últimos tempos. Chama-se AutoQ3D é pode ser um bom recurso, pois tal como referimos, até já tem disponíveis versões para iPad e Android (dispositivos móveis, portanto). Mas carregando na ligação acima ou na próxima imagem, acedem ao Sourceforge onde têm as versões primitivas desta aplicação, antes da última revolução.

É um software que podem descarregar livremente do espaço acima, acedendo a “Files”. Mas atualmente existe uma nova versão, como referi. Podem aceder ao novo sítio na Internet AQUI. Nesta nova versão, têm disponíveis versões Trial (para testar) para Windows e Linux (Suse e Ubuntu). Mas há também disponível a versão livre deste programa, para Windows, na AutoQ3D Community, inclusive o código fonte do mesmo pois é distribuído em GNU – General Public Licence. Para acederem a essa nova página e realizarem depois o download, podem carregar na imagem abaixo.

Resta-nos uma pequena explicação e contextualização relativa à sua utilização em sala de aula. Na disciplina de EVT, ou mesmo EV ou até ET, podemos utilizar esta aplicação para desenho 3D (ou mesmo CAD) e as abordagens podem passar pela geometria, construção de sólidos, modelação de objetos, tudo isto aplicado a múltiplos contextos. Nada como experimentar. Quanto a conteúdos e áreas de exploração da EVT, podem focalizar-se nos seguintes: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Medida, Trabalho, Construções, Desenho, Mecanismos e Modelação/Moldagem.

Para terminar, aqui fica um pequeno vídeo tutorial encontrado no Youtube e que, na versão mais antiga desta aplicação faz a construção de uma cadeira.  


NGA Kids – National Gallery of Art

Há espaços online de Museus que são uma verdadeira maravilha em recursos. E alo de recursos educativos para os mais novos, normalmente orientados pelos serviços educativos dos museus. Esse é o caso do sítio NGA Kids  online, da National Gallery of Art de Washington.

Ao entrarem neste local são convidados a explorar quase duas dezenas de aplicações online, interativas, que permitem aos mais pequenos, tanto alunos do 1º ciclo como na própria disciplina de EVT, para alunos até 12 anos, aprenderem de forma interativa alguns conceitos como do 2D ao 3D, as estruturas, colagens, fotografia, sobre a obra de arte… A lista é muito grande.

São aplicações interativas, em Flash, e que correm diretamente no browser, sem necessidade de instalarem qualquer programa a não ser ter o Flash Player ativado no vosso navegador da Internet (o que seguramente deve estar).

Uma dessas ferramentas, inclusivamente, já a divulguei aqui e chama-se Brushster. Mas há mais, como por exemplo as duas versões da Collage Machine, o Mobile, o 3D Twirler, o Flow ou o Wallovers, só para indicar algumas. Sinceramente, vale a pena passarem por lá e explorar.

Como é lógico, pela quantidade e diversidade de ferramentas disponibilizadas, a lista de conteúdos e áreas de exploração possíveis abordar em EVT é vasta: Comunicação, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Animação, Construções, Desenho, Fotografia, Impressão, Mecanismos e Pintura.

Passem por lá e percam-se um pouco!


Stoplt

Para quem quiser realizar filmes de animação, stop-motion, tem uma boa opção para sistemas operativos Windows e que se chama  StopIt. É uma aplicação que não requer mais do que alguns minutos para perceber o seu funcionamento e as suas potencialidades.

Muito simples e prático de utilizar, ainda para mais se pensarmos em crianças de 10 a 12 anos como é o caso do 2º ciclo, é uma excelente opção para EVT, descomplicada e apenas necessitam posteriormente de outras aplicação/software para som e edição final.

Ao experimentarem, não se esqueçam que necessitam de um computador com sitema operativos Windows, uma câmara de vídeo com ligação ao computador (pode ser uma webcam ou webcam HD) e boa disposição para um bom argumento e a escolha acertada da técnica de cinema de animação.

Em EVT, naturalmente que a área de exploração principal é Animação mas depois, depois podem explorar outras áreas e conteúdos, tudo dependerá, claro, da técnica de animação e o que se queira desenvolver. Mas o exemplo pode certamente ir para Comunicação, Espaço, Estrutura, Material, Movimento, Trabalho, Construções, Desenho, Mecanismos, Modelação/Moldagem e Pintura.

E como não há vídeo tutorial, eis que vos deixo um filme que foi realizado com este software e se intitula “The KäferKidz in Budapest to Bamako”.


Postais Pop Up – Robert Sabuda

Quem me conhece e acompanha o EVTdigital, sabe da minha paixão por Pop-Up Cards, Pop-Up Books, Automatas, etc… No fundo, tudo aquilo que se faz de um postal ou livro que passa do bi para o tridimensional ou ainda, no caso dos paper toys e automatas, os mecanismos aplicados a construções.

O meu autor preferido em Pop-Up books, e já fiz essa divulgação aqui, anteriormente, é David Carter. Mas um dos mais conhecidos e gurus neste mundo é Robert Sabuda. O recurso que agora apresento é mesmo o sítio na Internet de Robert Sabuda.

Ao entrarem neste espaço, encontram um verdadeiro acervo de recursos dos quais destaco as secções: Explore Pop-ups e Make Your Own Pop-ups. São duas secções onde podemos, na primeira, explorar 8 diferentes sub-secções com livros, galerias, entre outros e, na segunda, onde podemos obter modelos de Pop-ups de postais para imprimir os modelos que estão catalogados em 3 níveis – iniciado, intermédia e avançado, construir e até, em contexto de EVT, adaptar e depois realizar as suas próprias construções e modelos.

Nada como explorar e partir para muitas construções em EVT, disciplina na qual podemos abordar as seguintes áreas de exploração e conteúdos: Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Construções, Desenho, Mecanismos e Modelação/Moldagem.

Ora, vamos lá espreitar?…


Canon CREATIVE PARK

E se agora vos mostrasse um sítio da Internet Japonês? Vamos a isso pois certamente ficarão deliciados(as)…

Certamente o nome Canon não vos é de todo estranho. Sim, esse mesmo, o da marca das impressoras. A Canon tem um espaço na Internet chamado Creative Park. E é precisamente esse espaço e os recursos nele contidos que vos vamos mostrar.

Ao entrarem neste sítio, encontram de imediato várias secções. No menu superior encontram 6 áreas correspondentes a outras tantas categorias que podem explorar. Normalmente costumo deter-me mais na secção Paper Craft e noutra chamada Art. mas qualquer uma deles permite explorações absolutamente surpreendentes. Todas as propostas apresentadas podem ser descarregadas e impressas para posteriormente ser montadas. Naturalmente que realizar apenas isso pode ser limitativo mas, se conseguirmos posteriormente criar as nossas próprias obras e trabalhos com os alunos, isso será excelente.

No separador Art é onde se encontra uma sub-secção chamada Origami. É lá que, apenas como exemplo, podemos mostrar este trabalho documentado na imagem abaixo e que posteriormente pode ser impresso e montado: chama-se Carp Streamer.

Outra das secções que acho fantástica é, como disse, a Paper Craft. É lá que podemos observar, analisar, descarregar e montar vários Paper Toys (brinquedos de papel) e mesmo Automatas (brinquedos de papel com mecanismos). Perceber esses mesmos mecanismos, analisá-los e depois poder aplicar os conceitos noutros contextos e aplicados à construção dos seus próprios brinquedos em contexto de sala de aula de EVT, EV ou ET, será fabuloso. Apresentamos aqui um desses exemplos chamado Traveling Pilot.

Mas,… nada como explorar pois dentro desta secção temos muitas outras como Animais, Arquitectura, Ciência, entre outros.

Acabámos??? Não, claro que não!… Há depois os Museus onde para além de continuarem a poder imprimir os modelos, podem conhecer um pouco mais sobre as temáticas como no Museu da Ciência ou no Museu da Arquitectura. No primeiro caso com explorações verdadeiramente fantásticas sobre os Dinossauros e na segunda, com os mais importantes monumentos de todo o mundo onde se inclui a Torre de Belém, em Lisboa.

Falta apenas dizer-vos que as explorações podem ser tantas em EVT, EV e ET que, principalmente em EVT, este recurso pode ser o mote para a abordagem dos seguintes conteúdos e áreas de exploração: Energia, Espaço, Estrutura, Forma, Geometria, Luz-Cor, Material, Medida, Movimento, Trabalho, Alimentação, Animação, Construções, Desenho, Impressão, Mecanismos, Modelação/Moldagem,

De facto, a não perder, garanto-vos…


Autodesk – Project Butterfly

Vamos agora entar num “mundo” mais complexo. A ferramenta que agora vos divulgo está a um nível mais profissional mas, em certos casos, é possível utilizá-la em contexto de EVT. Naturalmente, para integrar em projectos muitos simples e apenas a um nível de 6º ano de escolaridade. Essa ferramenta funciona online, a partir da criação de uma conta de utilizador, e chama-se Autodesk – Project Butterfly servindo para desenhos técnicos e de máquinas, o que poderá ser útil em EVT quando abordamos os mecanismos.

Não sendo de rápida assimilação, quer nas suas funcionalidades quer em termos de trabalho com as suas ferramentas, é possível, com algum treino e prática desenvolverem-se trabalhos interessantes em EVT.

Seguramente que os mais atentos identificarão logo semelhanças desta ferramenta com aquilo que se chama CAD – Desenho Assistido por Computador, muito usado na Engenharia e Arquitectura.

De qualquer modo, a espreitar. Possíveis explorações em EVT para: Espaço, Estrutura, Forma, Medida, Material, Movimento, Trabalho, Desenho, Mecanismos, Construções.

Bem, aqui fica um pequeno vídeo tutorial para os mais curiosos e aventureiros, porque não!



Mobile Maker

Esta é a primeira das três ferramentas que irei divulgar no início deste dia no EVTdigital. Naturalmente irei divulgar mas esta é a primeira de três dedicada a três artistas. E vamos começar pela dedicada a Alexander Calder. Chama-se Mobile Maker.

Esta ferramenta, o Mobile Maker, da qual já temos manual neste espaço do EVTdigital, serve para com extrema facilidade construir um protótipo para um Mobile, peça escultórica essa tão realizada e que tornou famoso Calder.

A sua utilização é muito simples. Basta escolher as peças, algumas podendo-se mudar de cor e equilibrá-las. Depois, é só simular o movimento das mesmas carregando num botão.

Interessante para quem quiser desenvolver projectos de construções de Mobiles em EVT.

Vale a pena experimentar e poder abordar os seguintes conteúdos e áreas de exploração em EVT: Espaço, Estrutura, Forma, Material, Movimento, Construções, Mecanismos.


Flying-Pig & Paper Toys

E qual é a novidade que vos trago hoje?

Paper Toys. Exactamente, brinquedos de papel. A magia dos brinquedos de papel. Anteriormente já vos dei aqui a conhecer um software que permite fazer este tipo de brinquedos e construções em papel. O que hoje vos apresento é o Flying-Pig.

Flying-Pig

Pois é, o site do “Porco-Voador” é uma autêntica pérola. Naturalmente que podem pensar (e com razão) que os paper toys têm muito de suporte papel. E é verdade. Mas, também muito necessário. Aliás, sempre defendi e continuo a defender que é com a utilização de diversos suportes ao ensino e aprendizagem da EVT que se propiciam aprendizagens mais significativas.

As construções que se podem fazer, a par dos famosos “Origami”, estimulam (e muito) a capacidade criativa, cognitiva e de concentração das crianças.

No site do Flying-Pig podem descobrir uma série de paper toys que são pagos. No entanto, existe uma pequena secção com exemplos (uns 4 ou 5) que podem ser descarregados livremente e construídos. Podem ser vistos e descarregados AQUI.

Alguns, para além de simples paper toys são também considerados mechanical toys ou automatas. Este tipo de definição corresponde a brinquedos/construções de papel que envolvem mecanismos. Ora… nem mais. Movimento é um dos conteúdos de EVT e Mecanismos uma área de exploração. Experimentem pois é fascinante este tipo de trabalho em contexto de EVT.

Para além dos que já vos foi transmitido, inclusivé o link onde podem descarregar alguns livremente, no site do Flying-Pig temos uma secção dedicada aos MECANISMOS. Aqui, podemos ver demonstrações de mecanismos, dos mais simples aos mais complexos, com exemplos animados do efeito que podem produzir. Uma autêntica maravilha e recurso fundamental para a EVT. Nessa secção têm três espaços: Motion, Mechanisms e Conpound Mechanisms. Basta carregar em cada link/secção e são apresentadas, dentro de cada uma, várias simulações. experimentem pois vale a pena. A partir daí… mãos à obra e cabeça a imaginar construções fantásticas em EVT.

E porque sei que esta é uma temática excepcional para se trabalhar em EVT, brevemente divulgarei aqui uma lista exaustiva, baseada em vários meses de pesquisa, com bastantes sítios da Internet que disponibilizam estes recursos gratuitamente para construirmos. E só algum tempo para organizar a informação. Desde monstros a câmaras fotográficas pinhole, passando por cartoons em paper toys, a lista é absolutamente fabulosa. Além disso, os indispensáveis paper toys considerados “Mechanical Toys” ou “Automatas” também estarão presentes na lista.

Aguardem então por um post intitulado “PAPER TOYS”.


Animata

O Animata – Real-Time Animation Editor é uma verdadeira pérola! Ainda para mais porque é um software de animação open-source, concebido para criar animações interativas, projeções de fundo para concertos, teatro e dança ou outros.

Animata

Quantos de nós, em EVT, já não fizemos com os nossos alunos figuras para Teatros de Sombras ou Marionetas inspiradas nas Marionetas de Java ou Turcas? Muito bem, este software serve perfeitamente para isso… e muito mais!

O Animata tem actualmente disponível, a partir do seu site, o download da versão Animata 004, funcionando em ambiente Windows w Mac OSX PPC ou INTEL (ver secção Downloads, do site). A secção Tutorials, do site, apresenta, também, alguns vídeos interessantes e muito úteis para se começar a trabalhar. Por exemplo, este, que ajuda a compreender como se pode movimentar, tal como uma marioneta, um braço.

[ créditos do vídeo para – Kitchen Budapest ]

E tal como é anunciado na página de entrada do Animata, “The peculiarity of the software is that the animation – the movement of the puppets, the changes of the background – is generated in real-time, making continuous interaction possible. This ability also permits that physical sensors, cameras or other environmental variables can be attached to the animation of characters, creating a cartoon reacting to its environment. For example, it is quite simple to create a virtual puppet band reacting to live audio input, or set up a scene of drawn characters controlled by the movement of dancers.

In contrast with the traditional 3D animation programs, creating characters in Animata is quite simple and takes only a few minutes. On the basis of the still images, which serve as the skeleton of the puppets, we produce a network of triangles, some parts of which we link with the bone structure. The movement of the bones is based on a physical model, which allows the characters to be easily moved.”

E melhor do que as palavras, vejam este vídeo da equipa do Kitchen Budapest:

[ créditos deste vídeo para: Bence Samu – animation, video documentation, programming; Peter Nemeth, Gabor Papp – programming; Agoston Nagy – sounds ]

E como se pode perceber, excelente para uma abordagem verdadeiramente ampla e abrangente em EVT. Bem, em EVT em particular mas no geral em toda a Escola. Esta ferramenta permite espectáculos verdadeiramente interactivos e de verdadeiro cariz e rigor inovador.

Especificamente em EVT, não obstante outras abordagens e contextualizações, com este software podemos trabalhar os seguintes Conteúdos e Áreas de Exploração: Animação, Comunicação, Construções, Espaço, Estrutura, Forma, Mecanismos, Movimento.

Basta instalarem e começarem a testar, usar e aprimorar. Depois, porque não trabalharmos com os nossos alunos uma apresentação verdadeiramente diferente para uma festa de final de ano?

Fica o repto.

Já agora, este software é desenvolvido pela Kitchen Budapest e foi criado por:

  • Peter Nemeth,
  • Gabor Papp,
  • Bence Samu


Golems

O Golems – Universal Constructor é um Software gratuito, muito interessante e praticamente único no mecado. Para além de gratuito, permite uma abordagem multi e transdisciplinar (e interdisciplinar, também).

Golems

A versão mais actual é a que foi lançada em 19 de Novembro de 2009 – versão 0.55.7 e corre nos sistemas operativos Windows, Mac e Linux. A partir da pagina oficial, temos acesso ao download da ferramenta bem como aos fóruns, tutoriais, Wiki e Manual. Existe ainda uma secção destinada ao Challenge.

Mas, o que se faz (ou o que se pode fazer) com este software?

Basicamente, este é um software para criação de qualquer tipo de Máquina, em 3D, conjugando os princípios da Física e da Inteligência Artificial. E, melhor que tudo, podemos ver essas máquinas em funcionamento. A preciosa vantagem deste software é a sua facilidade de utilização, de níveis mais simples e básicos aos mais complexos, uma interface simples e intuitiva e a capacidade de se irem vendo os resultados passo a passo.

Como já devem ter notado e percebido, em EVT será uma ferramenta fantástica para a abordagem do conteúdo Movimento e das áreas de exploração Construções e Mecanismos. No entanto, dependendo das abordagens que forem realizadas na disciplina de EVT e as temáticas e Unidade de Trabalho em determinados contextos, conteúdos como Espaço, Forma e Estrutura podem também ser abordados.

Vale a pena descarregar este software e instalar. Para além das suas potencialidades, é gratuito, serve para os 3 principais sistemas operativos e não é nada “pesado” não sobrecarregando o sistema.

Experimentem e depois comentem aqui. Vão gostar.

Entretanto, vejam aqui este vídeo das Máquinas criadas por Rube Goldberg para o Challenge onde se apresenta a vencedora.

Vídeo Exemplificativo